A Apple vem sofrendo acusações graves relacionadas a condições de trabalho nos últimos anos. As pessoas envolvidas na linha de produção dos iPhones, iPads e iPods, de acordo com os relatos, vivem em posições morais degradantes. Essa atitude abre uma questão importante no sistema socieconômico de hoje: até quando será necessário o desgaste físico e emocional de um ser humano para podermos comprar um novo smartphone sem demora?

A BBC divulgou uma nova investigação em que sugere todos estes problemas nas fábricas chinesas da Apple. E, mesmo que anteriormente relatos assim já houvessem sido divulgados, parece que a empresa de Cupertino não cumpriu as promessas de melhorias que fez.

Repórteres da BBC se infiltraram nas fábricas da Pegatron, uma das principais linhas de produção da Maçã. O que eles descobriram foram pessoas que regularmente caíam de sono devido às jornadas extensas de trabalho. Segundo a reportagem, turnos de 20 horas diárias são comuns, bem acima do limite de 44 horas vigente na China. Além disso, foi descoberto que até 12 pessoas dormiam no mesmo quarto dentro da fábrica — a Apple havia definido um limite de 8 trabalhadores.

Os problemas na linha de produção também são relacionados aos descansos semanais dos chineses. Em alguns casos, segundo a BBC, pessoas pediam um dia de folga após 18 dias seguidos trabalhados e tinham esse pedido negado.

Resposta por email

Para amenizar a situação, a empresa de Tim Cook enviou um email para mais de 5 mil funcionários no Reino Unido dizendo que está "profundamente ofendida pela reportagem da BBC". A carta aberta foi assinada por Jeff Williams, vice-presidente sênior de operações da Apple.

Apesar de o email não ter abordado todas as questões elencadas pelo canal britânico, que você pode acompanhar neste link, a empresa de Curpetino comentou os esforços e melhorias realizadas em seus parceiros.

"Como vocês sabem, a Apple é dedicada ao avanço dos direitos humanos e igualdade por todo o mundo. Nós somos honestos sobre os desafios que enfrentamos e trabalhamos arduamente para garantir que as pessoas que fabricam nossos produtos sejam tratadas com a dignidade e o respeito que elas merecem", escreveu Williams em nome da Maçã.

O email continuou tocando nos esforços feitos sobre o caso: "Vocês podem ter certeza de que tomamos as alegações seriamente e investigaremos todas as reivindicações. Sabemos que existem vários problemas por aí, e nosso trabalho nunca está terminado. Não descansaremos até que cada pessoa da nossa cadeia de suprimento seja tratada com dignidade", finalizou Williams.

Estes e outros problemas fazem parte do nosso "5 motivos para considerar a Apple uma vilã". Confira os motivos neste link.

Cupons de desconto TecMundo: