Sempre que um novo aplicativo de saúde é lançado para um aparelho móvel, uma mesma dúvida surge na mente do público: “será que ele vai servir para algo de verdade?” Bem, parece que essa é uma das principais preocupações da Apple quanto ao seu aplicativo HealthKit.

Ao que o site Reuters indica, a empresa está se esforçando bastante para garantir que o programa seja útil. Para tal, ela está conversando com médicos de hospitais como Monte Sinai, Cleveland Clinic, John Hopkins e até mesmo com os donos do serviço concorrente Allscripts – em resumo, todos familiares com a área – para saber como melhor apresentar seu conteúdo para profissionais de saúde.

Infelizmente, as informações também não trazem nada concreto quanto ao que teremos no aplicativo. Mesmo assim, os dados implicam que o objetivo da Apple é realmente criar uma central com dados como sua pressão sanguínea, seu pulso e seu peso, entre outros, para que as pessoas consigam identificar qualquer problema em sua saúde. Agora é esperar para ver como isso tudo vai funcionar na prática.

Cupons de desconto TecMundo: