Não sabemos, porém, quando o sistema chega ao mercado. (Fonte da imagem: Reprodução/PatentlyApple)

“Os engenheiros da Apple estão pensando grande com o poder solar on-site, [capaz de] criar agora uma energia que pode abastecer 17,6 mil casas a cada ano. A experiência que os engenheiros estão adquirindo a partir do trabalho com os painéis solares está possibilitando o desenvolvimento de um sistema futuro [de recarga] para Macs e iDevices”, pode-se ler em trecho publicado pelo portal PatentlyApple.

Isso significa que a Maçã acabou de patentear outro projeto. A partir da captação de raios de sol, um sistema de geração de energia limpa promete fornecer cargas a quaisquer dispositivos criados pela companhia fundada por Steve Jobs. Mas a voltagem varia de um aparelho para outro, certo? Acontece que este mecanismo de recarga poderá ser configurado de acordo com as preferências de cada usuário.

“Um sistema de gerenciamento no dispositivo eletrônico poderá ser configurado para aceitar energia de um painel solar sem a utilização de um circuito entre as placas de captação e o sistema de gerenciamento. Em outras palavras, o sistema de gerenciamento poderá funcionar sem um iDevice para converter a energia do painel para uma voltagem, de forma a [deixar o sistema] compatível com a bateria do aparelho”, diz a descrição da patente.

Parece, dessa forma, que um dispositivo integrado ao sistema de captação de raios solares será capaz de gerar uma voltagem adequada a cada dispositivo. Conforme se pode notar a partir da imagem mostrada logo acima desta notícia, o MacBook Pro já vai poder ser carregado via entrada MagSafe – outros componentes poderão receber energia do notebook da Apple por meio do emparelhamento entre, por exemplo, um iPhone e um adaptador.

Cupons de desconto TecMundo: