Sabe aquela história de que um grupo hacker teria obtido acesso a contas do iCloud e pedido dinheiro à Apple para não apagar os dados de smartphones de milhões de consumidores? Segundo a própria empresa, isso não passa de um blefe.

Um porta-voz da Apple enviou ao site da Fortune a seguinte declaração: "Não houve nenhuma brecha em nenhum dos sistemas da Apple, incluindo o iCloud e o Apple ID. A suposta lista de endereços de email e senhas parece ter sido obtida de serviços e empresas parceiras que foram comprometidas".

O grupo hacker se autodenomina Turkish Crime Family e teria pedido o equivalente a US$ 75 mil da Apple em bitcoins para não utilizar o banco de dados obtido e apagar qualquer dado das contas.

Ainda não é uma confirmação total

Em outras palavras, o porta-voz não negou totalmente que dados de iPhones podem de fato ser apagados. O que ele cita é que a culpa não seria exatamente da Apple, já que a invasão não ocorreu em sistemas da própria companhia. Assim, pode ser seguro trocar a senha da sua conta no iCloud só como prevenção, já que ela pode ser a mesma dos tais serviços roubados — é só lembrarmos que perfis populares, como os de Yahoo! e LinkedIn, por exemplo, são campeões de invasões nos últimos anos.

O porta-voz ainda falou que a Apple vai continuar "monitorando ativamente para se prevenir de qualquer acesso não autorizado a contas de usuários e está trabalhando com agentes da lei para identificar criminosos envolvidos". A empresa recomenda que, quando esse tipo de ataque é publicizado, o que você pode fazer para se proteger é manter senhas fortes e não repetidas em seus serviços, além de usar sempre a autentificação em duas etapas quando for possível.

Cupons de desconto TecMundo: