De acordo com um periódico israelense chamado Calcalist, a Apple teria comprado uma startup local chamada RealFace, que trabalha com autenticação de usuários via reconhecimento facial. O site da pequena empresa já saiu do ar, algo comum depois que a Maçã compra alguma companhia menor, mas o endereço virtual trazia várias informações sobre como a tecnologia da RealFace funcionava. Aparentemente, ela desenvolveu um sistema bastante preciso e seguro para reconhecer o rosto de pessoas e, com isso, liberar acesso a apps em smartphones.

Por conta dessa e de outras aquisições da Apple no campo do reconhecimento facial, rumores sobre a possibilidade de o próximo iPhone contar com esse tipo de biometria para desbloquear o sistema estão ficando cada vez mais intensos. Existe ainda a possibilidade de a Maçã estar apenas em busca de uma tecnologia para ajudar no reconhecimento de pessoas em fotos e organizar a galeria do iOS da mesma forma que a Google faz no Google Fotos.

Contudo, como a tecnologia da RealFace é bem específica para segurança e autenticação, parece que a intenção de colocar mais uma opção biométrica no iPhone é a mais provável. Rumores vão ainda mais longe e já especulam a substituição total do Touch ID nos próximos iPhones pelo sistema da RealFace, já que a Apple estaria planejando eliminar de uma vez por todas o botão Home dos iPhones para oferecer mais tela na superfície frontal dos aparelhos.

De acordo com o Calcalist, os detalhes da compra da RealFace não foram revelados, e é muito improvável que um dia a Maçã resolva falar sobre valores envolvidos na transação ou dar qualquer motivo para a compra.

Cupons de desconto TecMundo: