Antes de apresentar seus novos produtos ao público, a Apple contou um pouco mais nesta segunda-feira (21) sobre as políticas de sustentabilidade da empresa. "Quando pensamos no ambiente, pensamos em inovação", disse Lisa Jackson, responsável por falar sobre a divisão durante o evento. Foi ela quem apresentou o Liam, uma máquina incrível que faz um serviço braçal de forma rápida e eficiente.

O Liam desmonta iPhones que seriam jogados no lixo ou que são enviados à Apple nos programas de troca da empresa. Reconhecendo os componentes, ele separa peças individuais (parafusos, câmeras e o espaço para o chip SIM, por exemplo) até substâncias (cobalto, prata e alumínio, entre muitos outros). Isso ajuda a empresa não só na separação do lixo, mas no reaproveitamento de componentes para a construção de novos smartphones.

A Apple ainda falou que faz os produtos da forma mais durável possível justamente para que você não precise descartá-los depois de pouco tempo de uso, poupando a natureza.

Maçã verde

O objetivo da Apple é ficar 100% renovável em energia em lojas, fábricas e data centers. Atualmente, esse status está em 93% ao redor do mundo, sendo que os EUA e a China inteiros são 100% renováveis. O Brasil ainda não está nessa lista.

Painéis solares da Apple e animais convivendo harmoniosamente

Um dos destaques é que as instalações são feitas sem alterar os habitantes originais. Assim, animais podem conviver normalmente com as construções.  Painéis solares são os principais, mas também há energia eólica e hidrelétrica.

A Apple também se preocupa com as árvores que produzem o papel usado pela empresa especialmente nas embalagens. Ao todo, 99% dos pacotes vêm de florestas com gerenciamento de recursos ou reciclados.

Cupons de desconto TecMundo: