Criador de um antivírus mundialmente famoso e não mais ligado ao produto, John McAfee também é conhecido atualmente por ser completamente pirado, ter envolvimento com bandidos, ser acusado de homicídio e postar até sobre a própria fuga e estadia na cadeia em um blog. Ainda assim, isso não impede o sujeito de ser chamado para conferências e soltar algumas ideias coerentes e interessantes de vez em quando.

Em uma fala na feira Def Con, que aconteceu em Las Vegas, McAfee falou sobre privacidade e o porquê de ele detestar o buscador mais famoso do mundo.

"O que eu quero falar é algo muito querido do meu coração: privacidade e da natureza desgastada dela em nossas vidas hoje. Google, ou ao menos algumas pessoas de lá (não vou mencionar nomes porque não sou um cavalheiro rude), gostaria que nós acreditássemos que, se nós não temos nada para esconder, não deveríamos ligar se todos souberem tudo o que fazemos. (...) Se todo mundo soubesse tudo sobre todos, o que o comportamento humano se tornaria? Seríamos limitados ao denominador mais comum do comportamento, os comportamentos que ninguém acharia ofensivo", afirmou o executivo, em uma roupa que parece saída diretamente de "O Grande Lebowski", mas com uma fala confiante e objetiva.

McAfee também fez um chamado para quem também está insatisfeito com esse setor da indústria. "Você precisa pensar a fundo sobre isso. (...) A não ser que você se levante e tenha atitude quanto a isso, estamos perdidos. Fazemos isso porque somos preguiçosos. (...) Preferimos estar seguros, salvos e confortáveis do que realmente viver. Sou tão culpado quanto vocês. Não podemos ter intrusos nas nossas vidas e ainda ter liberdade", reclama.

Cupons de desconto TecMundo: