Você provavelmente já sabe o que é o root, porém, se ainda tem dúvidas, vamos explicar de maneira rápida: é um processo que permite ao usuário um controle total sobre o sistema, ou seja, é possível remover, substituir e alterar aplicativos e outras configurações do SO sem qualquer trava. Com root, você se torna um superusuário.

Neste mês, a Google apresentou uma nova linha de smartphones, composta pelo Pixel e Pixel XL. Oferecendo o máximo que um aparelho Android deve ser, muitos usuários estão ansiosos para colocar as mãos em um dos dois modelos. Agora, se você é uma pessoa que gosta de realizar o root em celulares, talvez você fique mais ansioso ainda: a Google praticamente liberou a ação nos Pixel.

Como? Colocando um bootloader desbloqueado nos aparelhos. "Sim, quem comprar o Pixel de uma loja da Google será capaz de rootear o dispositivo. Os smartphones Pixel vai chegar com um booloader desbloqueado", confirmou um porta-voz da companhia.

Para os fãs que ficaram felizes com isso, ele só deixou um alerta: "O processo de rooting envolve modificar partições do celular. Então, se alguma partição for alterada, existe a chance de atualizações OTA (over-the-air) falharem".

Pixel

Google Pixel XL

  • Sistema operacional: Android 7.1
  • Display: AMOLED de 5,5 polegadas
  • Resolução: 2560x1440 pixels
  • Densidade: 534 ppi
  • Chipset: Snapdragon 821
  • CPU: quad-core de 2,15 GHz (64 bits)
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 32 GB ou 128 GB
  • Câmera traseira: 12,3 MP com f/2.0 e estabilização de imagens
  • Câmera frontal: 8 MP
  • Bateria: 3.450 mAh com Fast Charge
  • Extras: leitor de impressões digitais, NFC, USB Tipo-C
  • Dimensões: 154,7 x 75,7 x 8,6 mm
  • Peso: 168 gramas

Cupons de desconto TecMundo: