(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Os projetores estão cada vez mais modernos e algumas fabricantes estão investindo em alguns atrativos interessantes para o consumidor que está na dúvida se vale a pena trocar o televisor por um projetor.

A BenQ é uma empresa já consolidada no ramo de tecnologias de projeção que tem apostado em alguns diferenciais. Há poucos dias, recebemos o projetor BenQ Joybee GP3 para análise.

Trata-se de um projetor portátil que oferece compatibilidade com iPhone, iPad, redes wireless, aparelhos com RCA e outros tantos dispositivos. Analisamos diversos recursos do produto para trazer um veredito para você que necessita de um projetor para carregar para todo lado. Como de praxe, antes de conferirmos as vantagens (e desvantagens) do produto, vamos ver as especificações:

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Aprovado

Alta definição e boa qualidade em imagem

O BenQ Joybee GP3 tem uma lâmpada com fluxo luminoso bem limitado. Essa característica do produto nos deixou com sérias dúvidas quanto à qualidade de projeção e reprodução de conteúdos. No entanto, instalando o aparelho em um ambiente escuro (seguindo as devidas orientações da fabricante), pudemos confirmar que ele faz bonito.

Nosso teste consistiu na instalação do produto há 2 metros de distância da parede. O tamanho total da projeção ficou com quase 80 polegadas. Nessas condições, o Joybee conseguiu mostrar alta qualidade em imagem, mantendo um bom nível de brilho e contraste. As imagens não cansam a visão e a reprodução dá conta de projetar perfeitamente cenas escuras.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

As cores exibidas por este projetor BenQ diferem um pouco daquelas que você vê na tela do computador ou das que você está habituado a enxergar na televisão. Mesmo em uma parede totalmente branca, uma pequena distorção deve acontecer.

Testamos o aparelho com os diferentes perfis e ajustando algumas configurações, mas o resultado apresentado apenas modificava a temperatura das cores e a quantidade de brilho. Felizmente, as pequenas alterações de tom não vão atrapalhar no aproveitamento do conteúdo que você pretende projetar.

Ficamos satisfeitos com a alta definição das imagens. O Joybee GP3 é compatível com a resolução HD (720p) e mostra grande quantidade de detalhes em filmes e jogos projetados para esta resolução. Na hora de usar o produto, basta fazer uma pequena regulagem no foco.

Compatível com quase tudo

Uma das grandes qualidades deste BenQ está na compatibilidade com uma grande diversidade de produtos: computadores, iPods e iPhones, aparelhos de TV a cabo, video games, dispositivos USB e outros tantos. Apesar de ter algumas conexões fora do padrão, o produto vem com alguns adaptadores para facilitar a vida do consumidor.

A conexão de computadores através da porta D-Sub ou HDMI é bem rápida e descomplicada, sendo necessário apenas conectar o cabo e realizar o ajuste no PC (definindo se a tela será duplicada ou estendida).

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O cabo exclusivo do tipo CEA, que serve tanto para produtos com RCA e D-Sub, não é dos melhores, podendo apresentar alguma instabilidade na reprodução dos conteúdos. Basta esbarrar no cabo para presenciar algumas piscadas na imagem.

A conectividade com iPhones (e iPods) é a mais fácil de todas, pois você pode acoplar o produto no dock e realizar quase todos os ajustes através do próprio projetor. O Joybee GP3 pode ler os arquivos do seu smartphone ou receber um sinal de vídeo — mas apenas de apps que contêm tal capacidade.

Vale notar que a conexão para produtos da Apple é a versão antiga do conector, portanto você não pode conectar seu iPhone 5 ou outro gadget com o novo tipo de conexão. O uso de um adaptador pode solucionar esse problema, mas não é tão prático. No entanto, devemos ressaltar que essa incompatibilidade não é culpa da BenQ.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Para os jogadores que pretendem conectar o video game ao projetor, talvez seja necessário realizar o ajuste nas configurações do console para indicar o tamanho da tela projetada (o que pode variar de acordo com a distância entre o projetor e a parede). No caso de usar o HDMI, é preciso instalar o adaptador.

Ideal para levar para todo lugar

A segunda grande vantagem deste produto da BenQ está no peso e nas dimensões reduzidas. Pesando apenas 560 gramas, o aparelho pode ser carregado na mochila sem grandes problemas. O modelo que recebemos não veio com bateria, mas é possível adquirir uma para não depender da energia elétrica.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Como este projetor conta com conexão USB, leitor de cartões e memória interna, você pode reproduzir vídeos, músicas e imagens sem depender de um dispositivo externo (seja um PC ou um iPhone). No interior do aparelho, há 2 GB de memória para você guardar arquivos AVI, MOV, MP4, 3gp/3g2, MP3, MP2, APE, FLAC, OGG, WAV , M4A, PDF, DOC, PPT, XLS, TXT e SRT.

Reprovado

Muito barulho e calor

Apesar do tamanho reduzido, este BenQ vem com alto-falantes estéreo, sendo possível reproduzir as músicas do seu smartphone (através do dock) ou de outros aparelhos (conectando um cabo de áudio) sem grandes dificuldades.

Esta seria uma grande vantagem do produto, mas infelizmente o grande barulho produzido pelo sistema de refrigeração impede que o áudio fique com boa qualidade. Dessa forma, às vezes, vale mais a pena manter o som reproduzindo no próprio notebook ou em um sistema de áudio externo.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Aliás, falando em temperatura, devemos ressaltar que o projetor fica muito quente após alguns minutos de uso. Aparentemente, o sistema de ventilação funciona bem, mas é bom tomar cuidado e não pegar o aparelho enquanto ele está em uso.

Vale a pena

Tirando a parte sonora e a temperatura elevada, ficamos satisfeitos com este projetor BenQ. Ele é compacto, leve, compatível com diversos gadgets, pode ser conectado a uma rede sem fio e oferece imagens de alta definição.

Contudo, este aparelho é voltado a um público bem específico. Assim, não vale a pena investir na compra deste projetor se você não necessita de portabilidade. O preço elevado do aparelho (ele custa mais de R$ 2.200) acaba não sendo válido para quem pretende usar o dispositivo em casa.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Claro, se você realmente necessita de um aparelho compacto, compatível com iPhone e repleto de outros recursos, então o investimento pode ser compensador. A funcionalidade deste projetor é sensacional e a qualidade de imagem é surpreendente.

Cupons de desconto TecMundo: