Pouco após a Amazon ter revelado oficialmente o Echo Show, a empresa já está sendo alvo de acusações bastante graves. O fundador da startup Nucleus, Jonathan Frankel, acusa a gigante das vendas de ter roubado o design do dispositivo fabricado por sua própria companhia — que também oferece as opções de videochamada e comunicações caseiras mostradas pelo Show.

Para tornar as semelhanças ainda maiores, ambos os dispositivos trabalham com o assistente de voz Alexa. “A tese deles é a mesma que a nossa: a comunicação é o Cavalo de Troia que vai espalhar esses dispositivos por sua casa e pela experiência da família ampliada”, explicou Frankel em uma entrevista à Recode.

O Echo Show, da Amazon

Segundo ele, a diferença entre os aparelhos é que, enquanto a Amazon “quer vender mais detergente”, a Nucleus “realmente quer ajudar famílias a se comunicarem melhor”. O que torna a situação ainda mais complicada é o fato de que a Amazon chegou a investir US$ 5,6 milhões na Nucleus em um passado recente.

“Eles devem ter percebido que, ao tentar passar por cima de nós — uma companhia de destaque do ecossistema do Fundo Alexa —, eles vão conseguir aleijar o sistema e alertar outras pessoas”, complementa Frankel. "Se eles estão dispostos a arriscar essa relação, é porque essa deve ser uma grande oportunidade". Consultada pelo site Recode, a gigante das vendas online se recusou a fazer qualquer pronunciamento sobre as acusações. 

Cupons de desconto TecMundo: