Apesar de ter uma série de serviços que funcionam integralmente na web, a Amazon é sobretudo uma empresa de logística. Ela começou com a venda de livros e se tornou um dos maiores varejistas e marketplace do mundo, movendo e armazenando mercadorias pelo globo sob rodas, trilhos, nos ares e no mar. Agora, a empresa está preparada para transportar um novo tipo de carga: dados digitais através de caminhões.

Nós entendemos a sua perplexidade frente a esse fato, caro leitor, mas a empresa tem uma boa razão para implantar algo desse tipo. Atualmente, mesmo as conexões comerciais por fibra óptica mais rápidas do mundo possuem limitações de velocidade. Usar a Google Fiber, por exemplo, para transferir todos os dados dos servidores de uma empresa grande para a nuvem da Amazon (um dos braços mais lucrativos da empresa atualmente) poderia levar muito tempo, até décadas, para ser mais preciso. Por isso, a empresa desenvolveu o “Snowmobile”.

Um caminhão que carrega um disco rígido gigantesco, capaz de armazenar 100 petabytes (100 milhões de GB)

Apesar de o nome sugerir algum tipo de veículo para andar na neve, trata-se de um caminhão comum que carrega um disco rígido gigantesco, capaz de armazenar 100 petabytes (100 milhões de GB).

A ideia é levar esse caminhão até uma empresa que queira começar a usar os serviços de armazenamento e computação em nuvem para minimizar custos com estrutura própria. Muitos desses negócios possuem quantidades gigantescas de dados armazenados, o que torna inviável fazer o upload disso pela web, mesmo com conexões super-rápidas.

Décadas de transferência ou dias de viagem

Para você ter uma ideia, levaria 28 anos (na melhor das hipóteses) para fazer o upload de 100 petabytes de dados através de uma conexão da Google Fiber para os servidores da Amazon. E isso é uma estimativa otimista, que não considera problemas de conexão, como instabilidade ou queda.

Um Snowmobile da Amazon consegue transportar essa mesma quantidade de dados em no máximo 10 dias, isso contando o tempo de upload do servidor do cliente para o caminhão (via cabo), a viagem e o download em um dos servidores fixos da Amazon (também via cabo).

A empresa já tinha uma solução de logística para transferir grandes quantidades de dados em grandes HDs portáteis

Por enquanto, o Snowmobile deve operar apenas nos EUA. Como a empresa possui servidores em várias partes daquele país, é possível que o tempo de transporte dos dados seja ainda menor que a estimativa. A Amazon também garante a segurança dessas informações com criptografia pesada e container totalmente selado e à prova d’água. Se o cliente quiser, ele pode pedir para veículos batedores escoltarem o caminhão ao seu destino.

Vale destacar que esse conceito, apesar de bastante exótico, não é novo para a Amazon. A empresa já tinha uma solução de logística para transferir grandes quantidades de dados em grandes HDs portáteis.

Um Snowball, da Amazon

Eles se chamam Snowball, mas parece que o espaço oferecido por eles simplesmente não era o suficiente para alguns clientes da Amazon. A empresa ainda afirma que seus parceiros poderão precisar de 10 ou mais desses caminhões para fazer o “upload” de suas informações para a nuvem.

Só para termos de comparação, cada Snowmobile poderia carregar cinco cópias do Internet Archive, um arquivo acessível de tudo o que já foi publicado na web, desde o passado remoto da rede até o presente.

Cupons de desconto TecMundo: