A Saraiva, grupo editorial, vai entrar de vez na briga contra a Amazon. A maior loja do mercado brasileiro de livros está ameaçando interromper a comercialização de títulos de 18 editoras que foram alvos de promoções em serviços concorrentes, segundo a Folha de S. Paulo.

Caso isso aconteça, a Amazon vai ser bastante afetada, e a Saraiva vai devolver esses livros às empresas — para não acontecer, basta a Amazon não oferecer preços menores que os da Saraiva.

A Amazon começou a vender livros mais baratos que os concorrentes em 2014, ainda com descontos de 40%

De acordo com a Folha, as editoras procuraram a empresa norte-americana para limitar os descontos e as parcerias. Já a Amazon comenta que segue a lei brasileira, sem combinar o estabelecimento de preços com fornecedores. Por outro lado, a lei diz que é proibido vender mercadorias abaixo do preço de custo sem uma justificativa.

A Saraiva foi procurada para comentar, mas alegou que não divulga estratégias comerciais.

A Amazon está certa? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: