Completando 20 anos agora em 2016, a Alienware talvez seja a mais famosa marca de computadores feitos especificamente para gamers. Hoje parte da Dell, a maior fabricante de PCs do mundo, a empresa continua firme em sua busca por fornecer dispositivos cada vez melhores para os exigentes clientes fanáticos por jogos. Nesses 20 anos de existência, a Alienware foi pioneira com diversos produtos e hoje em dia mira a realidade virtual para se manter viva no competitivo mercado de tecnologia.

A ideia que criou a Alienware no longínquo ano de 1996 partiu da cabeça de Nelson Gonzalez, um grande fã de ficção científica que ganhava dinheiro montando computadores para seus amigos e conhecidos mais próximos na garagem de sua casa. Além disso, Gonzalez era um jogador ávido de jogos eletrônicos que sofria com a falta de máquinas potentes no mercado, capazes de rodar os games mais avançados na época.

Nelson Gonzalez e Alex Aguila, fundadores da Alienware

Inspiração vinda do espaço

Com a ajuda de um amigo de infância – Alex Aguila – Gonzalez largou tudo e investiu o pouco que tinha para criar a Alienware, um nome criado da mistura de alien com hardware. Sua ideia era criar computadores que parecessem conter tecnologia extraterrestre de tão avançados que eram.

Um computador nos moldes do que eles pretendiam vender custaria uns bons milhares de dólares, enquanto que máquinas normais podiam custar quase 10 vezes menos

A popularidade do tema em meados dos anos 1990, com o seriado “Arquivo X” batendo recordes de audiência, filmes como “Independence Day” e “Marte Ataca” levando milhões para as salas de cinema e casos supostamente reais de avistamentos de OVNIs, relatos da existência de chupacabras e o vazamento do famoso vídeo da autópsia de um extraterrestre, ajudou a marca a cair no gosto dos gamers dessa geração.

Após a empolgação inicial, os inventores da marca caíram na real e temeram pelo futuro da empreitada. Um computador nos moldes do que eles pretendiam vender custaria uns bons milhares de dólares, enquanto que máquinas normais podiam custar quase 10 vezes menos. Ainda assim, como eles previram inicialmente, gamers entendem gamers, e eles conseguiram se manter vendendo dispositivos de US$ 4,5 mil, cerca de R$ 15 mil nos dias de hoje, mesmo com um computador comum saindo por aproximadamente US$ 600, em torno de R$ 2 mil.

O design "extraterrestre" dos dispositivos da Alienware

Vencendo o teste do tempo

 Vinte anos depois, a marca continua sendo uma das mais reconhecidas do mercado, uma das maiores especialistas em PCs direcionados para jogos e inventora de uma série de inovações na área, como um sistema de resfriamento de processador que utiliza água. A Alienware criou o primeiro laptop capaz de rodar jogos pesados em 2002, um dos primeiros notebooks gamers realmente portáteis, com metade do peso de seus similares e foi uma das primeiras empresas a criar um computador feito para funcionar na televisão, sendo menor que o console Xbox One, da Microsoft.

O sucesso da empresa os levou a comercializar cerca de 60 mil computadores por ano em 2005, resultando em uma receita anual de US$ 175 milhões

O sucesso da empresa os levou a comercializar cerca de 60 mil computadores por ano em 2005, resultando em uma receita anual de US$ 175 milhões, cerca de R$ 600 milhões. A ambição dos fundadores da Alienware não parou por aí e com o objetivo de atingir US$ 1 bilhão em vendas, decidiram focar no mercado internacional. Assim, no ano seguinte, a empresa aceitou a oferta de compra por parte de Dell, contanto, é claro, que a marca e os objetivos da empresa continuassem intactos.

Traindo as origens?

Muita gente acreditou que a aquisição da Alienware pela Dell tornaria a marca apenas mais um braço da maior fabricante de PCs do mundo, fazendo-a perder sua essência e seu foco em computadores de primeira linha, com o melhor hardware possível para rodar os jogos mais pesados do mercado, ainda mais com problemas pelos quais a Dell passou, recebendo críticas por não atingir metas de vendas e apresentar um serviço péssimo para o consumidor.

Mesmo cruzando esse “inferno” mercadológico, a Alienware sobreviveu intacta e continua revolucionando a categoria em termos de especificação e design com modelos feitos especificamente para os jogos mais exigentes. Além disso, os computadores são feitos de modo que sejam simples de se acessar seu hardware, visto que é frequente a necessidade de um upgrade nos dispositivos para manter o PC sempre atualizado.

Após a aquisição da Dell, os dispositivos da Alienware não perderam a potência

De olho no futuro

O próximo passo agora é a realidade virtual. Com a recente e crescente popularização dos dispositivos de VR, como o Oculus Rift, o HTC Vive, o PlayStation VR, o Gear VR da Samsung e outros, a Alienware está preparando seus computadores para fornecer todo o hardware potente que essa tecnologia exige.

A empresa já anunciou parcerias com alguns desses equipamentos para proporcionar ao jogador a melhor experiência possível em jogos de imersão completa. Tudo isso deve manter a Alienware no topo da lista dos PCs focados em games por mais um bom tempo e se a empresa continuar sempre se adaptando ao que os exigentes jogadores buscam, vai ser difícil tirar a liderança deles. Isso sim é coisa de outro mundo.

A Alienware está trabalhando em parceria com fabricantes de óculos de realidade virtual para fornecer uma experiência perfeita para os jogadores

Cupons de desconto TecMundo: