Xianlang não está nada feliz com o fogo amigo. (Fonte da imagem: Reprodução/The Next Web)

Com o tablet Surface, a Microsoft entrou em um campo perigoso: em vez de apenas fornecer o sistema operacional para outras companhias, ela agora concorre contra essas mesmas gigantes no mercado de hardware – e claro que isso vai resultar em algumas brigas.

A declaração mais recente veio do CEO da Acer, o chinês Lin Xianlang. Em entrevista, ele comentou que a Microsoft vai sentir que o mercado de hardware “é difícil de digerir” e que deveria “ser deixado para os profissionais”.

A alfinetada faz sentido: a companhia anda mal das pernas e queria usar o Windows 8 para se recuperar nos lucros, mas agora terá que lutar também contra o Surface. O tablet, inclusive, deixa a empresa em uma posição desconfortável, já que fará a Microsoft concorrer contra as próprias parceiras em revendas (incluindo a Acer) pela primeira vez na área.

Apesar das pancadas, Xianlang até soltou alguns elogios, dizendo que o Windows 8 pode mudar a dinâmica da competição na indústria, tirando um pouco de terreno da Apple e Google. No terceiro trimestre de 2012, a Acer registrou um lucro de apenas US$ 2,3 milhões (ou R$ 4,6 milhões), mas espera fechar o ano com números mais positivos.

Cupons de desconto TecMundo: