Há algum tempo a indústria percebeu que não são apenas os jogos que estão mais exigentes com o hardware, mas também os jogadores, sempre ávidos por ter uma boa experiência na hora da diversão. Com isso em mente, a Acer realizou na última terça-feira (20), em São Paulo, um evento para mostrar que está atenta às demandas do público, especialmente dos brasileiros. Isso porque o encontro trouxe novidades sobre a chegada da linha de produtos gamer Predator ao país – itens com configurações de babar.

Germano Couy, presidente da Acer no Brasil, foi quem abriu a noite de anúncios, falando exatamente sobre o DNA gamer da companhia e de como eles não querem entregar apenas mais um equipamento aos consumidores, mas sim “um pacote de adrenalina”. Segundo o executivo, a fabricante, que está em atividade em solo brasileiro desde 2010, percebeu um crescimento expressivo no número de jogadores por aqui e que boa parte deles busca dispositivos de qualidade para seus momentos de lazer e jogatina.

Em 2015, a companhia resolveu atender de forma específica esse grupo mais dedicado aos games e, ao que parece, teve uma recepção acima do esperado. “A resposta de mercado foi tão positiva que decidimos trazer novidades e ampliar nossa presença, oferecendo um portfólio mais completo”, explicou Couy. Ele afirmou também que era para os itens mais recentes do selo Predator terem chegado antes por aqui – com um tempo menor de diferença para o lançamento no exterior –, mas que uma série de burocracias acabou atrasando esses planos.

Felizmente, os trâmites e as dificuldades do sistema brasileiro não jogaram a estratégia da taiwanesa pelo ralo. Anderson Kanno, diretor de marketing, comentou que a ideia dessa expansão da Acer diz respeito a criação de um ecossistema rico e que ofereça uma ampla variedade de opções aos gamers – indo desde os mais casuais ao povo realmente hardcore. Na prática, isso se converte em três linhas distintas: Aspire, Aspire V Nitro e Predator, todas com máquinas trazendo soluções da Intel (CPU), Microsoft (SO) e NVIDIA (GPU).

Beleza! E o que esperar da marca?

Para mostrar que não está brincando na hora de conquistar o público aficionado por jogos, a empresa anunciou uma série de equipamentos de altíssima qualidade, entre notebooks, PCs, monitores e uma leva considerável de periféricos e acessórios. Grande parte desse material foi lançado entre o meio do ano passado e começo de 2016, incluindo alguns dispositivos que foram mostrados e premiados em Taiwan há apenas alguns meses. Para a galera mais tradicional, é provável que o destaque fique com o poderoso Predator G1.

Apresentado pela Acer no final de abril, o desktop gamer pode ser descrito como um pequeno prodígio, trazendo componentes de ponta dentro de um gabinete de proporções bastante reduzidas – sério, é possível colocá-lo em uma mochila sem muito esforço. O brinquedinho abriga em seu interior um processador Intel Core i7 Skylake, uma placa de vídeo GeForce Titan X, até 64 GB de memória RAM DDR4 e um combo de SSD e HD para satisfazer suas necessidades de rapidez e armazenamento.

O brinquedinho é realmente pequeno, mas altamente poderoso.

Infelizmente, por enquanto esse é o único produto da linha que segue sem data oficial de lançamento e sem ter suas configurações confirmadas. De acordo com os representantes da companhia, a expectativa é que dentro de até dois meses a máquina chegue por aqui e já tenha a sua configuração confirmada. Por enquanto, a dica é guardar uma grana, já que, lá fora, o item que dá suporte à jogatina 4K e acompanha um teclado mecânico retroiluminado não sai por menos de US$ 2.299 – pouco menos de R$ 7,5 mil.

Quero agora!

Se a sua ideia for queimar as economias neste exato momento, pode ficar tranquilo, já que os notebooks gamers da linha Predator também dão conta de rodar grande parte dos títulos mais recentes no modo ultra e sem pestanejar. Tanto os Predator 17.3” (modelos G9-792-79VK e G9-792-71E1) quanto os Predator 15.6” (modelos G9-592-75WS e G9-592-72TG) oferecem CPU Intel Core i7 de 6ª geração, 16 GB de RAM DDR4 e uma GeForce GTX 980M – além de um combo de drives parecido com o do G1.

Adicionalmente, essas estações móveis de jogos trazem um esquema proprietário da Acer para melhorar o resfriamento do conjunto e também a opção de acoplar um módulo FrostCore à máquina – trocando o leitor de Blu-ray por um cooler adicional bastante poderoso. Saídas de som mais robustas que as convencionais, teclado com LEDs coloridos e um design agressivo complementam o pacote. Confira abaixo as configurações e preços desses brinquedinhos:

Especificações Técnicas Predator 17.3”

  • Tela: IPS de 17,3 polegadas
  • Resolução de tela: Full HD (1920x1080 pixels)
  • Sistema operacional: Windows 10 (64 bits)
  • Processador: Intel Core i7 6700HQ de 2,6 GHz (3,5 GHz com Turbo Boost)
  • GPU: NVIDIA GeForce GTX 980M com 8 GB de memória GDDR5
  • Memória RAM: 16 GB DDR4
  • Armazenamento: SSD 128 GB + HD 1 TB (G9-792-79VK) ou SSD 256 GB + HD 2 TB (G9-792-71E1)
  • Webcam: HD Acer Crystal Eye (1280x720 pixels)
  • Conectividade: Bluetooth 4.1, WiFi a/b/g/n/ac, porta Gigabit, 4x portas USB 3.0, porta Thunderbolt 3, saída HDMI, saída DisplayPort, leitor de cartão SD
  • Recursos adicionais: teclado retroiluminado padrão ABNT, gravador Blu-ray, 4x alto-falantes estéreo com subwoofer, touchpad com função multitoque e retroiluminação, módulo de resfriamento FrostCore
  • Bateria: 6.000 mAh de 8 células (ion-lítio)
  • Peso: 4,2 kg
  • Dimensões: 423 mm de largura x 321,5 mm de profundidade x 39,7 mm de espessura
  • Preços: a partir de R$ 17.999 (G9-792-79VK) e R$ 18.999 (G9-792-71E1)

Especificações Técnicas Predator 15.6”

  • Tela: IPS de 15,6 polegadas
  • Resolução de tela: Full HD (1920x1080 pixels)
  • Sistema operacional: Windows 10 (64 bits)
  • Processador: Intel Core i7 6700HQ de 2,6 GHz (3,5 GHz com Turbo Boost)
  • GPU: NVIDIA GeForce GTX 980M com 8 GB de memória GDDR5
  • Memória RAM: 16 GB DDR4
  • Armazenamento: SSD 128 GB + HD 1 TB (G9-592-72TG) ou SSD 256 GB + HD 2 TB (G9-592-75WS)
  • Webcam: HD Acer Crystal Eye (1280x720 pixels)
  • Conectividade: Bluetooth 4.1, WiFi a/b/g/n/ac, porta Gigabit, 4x portas USB 3.0, porta Thunderbolt 3, saída HDMI, saída DisplayPort, leitor de cartão SD
  • Recursos adicionais: teclado retroiluminado padrão ABNT, gravador Blu-ray, 4x alto-falantes estéreo com subwoofer, touchpad com função multitoque e retroiluminação, módulo de resfriamento FrostCore
  • Bateria: 6.000 mAh de 8 células (ion-lítio)
  • Peso: 3,6 kg
  • Dimensões: 391 mm de largura x 299,5 mm de profundidade x 38,5 mm de espessura
  • Preços: a partir de R$ 16.899 (G9-592-72TG) e R$ 17.999 (G9-592-75WS)

Queria gastar um pouco menos...

Se você não tem mais de R$ 15 mil sobrando na conta, a Acer também pensou no seu caso. Embora não sejam exatamente baratinhos, os notebooks da linha Aspire V Nitro chegam para oferecer mais opções ao consumidor – sem deixar que a sua jogatina sofra com isso, claro. Mais finos, leves e com um visual tradicional, os modelos entre 15,6 e 17,3 polegadas se diferenciam dos seus irmãos ricos principalmente pela troca da GeForce GTX 980M pela GTX 960M, mas mantendo boa parte dos outros componentes. Veja as configurações completas:

Especificações Técnicas V Nitro VN7-792G-79M8

  • Tela: IPS de 17,3 polegadas
  • Resolução de tela: Full HD (1920x1080 pixels)
  • Sistema operacional: Windows 10 Home (64 bits)
  • Processador: Intel Core i7 6700HQ de 2,6 GHz (3,5 GHz com Turbo Boost)
  • GPU: NVIDIA GeForce GTX 960M com 4 GB de memória DDR5
  • Memória RAM: 16 GB DDR4
  • Armazenamento: SSD 256 GB + HD 2 TB
  • Webcam: HD Acer Crystal Eye (1280x720 pixels)
  • Conectividade: Bluetooth 4.0, WiFi a/b/g/n/ac, porta Gigabit, porta USB 2.0, 2x portas USB 3.0, porta Thunderbolt 3, saída HDMI, saída VGA, leitor de cartão SD
  • Recursos adicionais: gravador Blu-ray, 4x alto-falantes estéreo, touchpad com função multitoque
  • Bateria: 4.605 mAh de 3 células (ion-lítio)
  • Peso: 3,1 kg
  • Dimensões: 423 mm de largura x 296 mm de profundidade x 24,9 mm de espessura
  • Preços: a partir de R$ 13.699

A série V Nitro aposta em um visual tradicional, mas mantém o bom desempenho.

Especificações Técnicas V Nitro VN7-592G-77C3 e VN7-592G-734Z

  • Tela: IPS de 15,6 polegadas
  • Resolução de tela: Full HD (1920x1080 pixels)
  • Sistema operacional: Windows 10 Home (64 bits)
  • Processador: Intel Core i7 6700HQ de 2,6 GHz (3,5 GHz com Turbo Boost)
  • GPU: NVIDIA GeForce GTX 960M com 4 GB de memória DDR5
  • Memória RAM: 16 GB DDR4
  • Armazenamento: SSD 256 GB + HD 1 TB (VN7-592G-77C3) ou SSD 128 GB + HD 1 TB (VN7-592G-734Z)
  • Webcam: HD Acer Crystal Eye (1280x720 pixels)
  • Conectividade: Bluetooth 4.0, WiFi a/b/g/n/ac, porta Gigabit, porta USB 2.0, 2x portas USB 3.0, porta Thunderbolt 3, saída HDMI, saída VGA, leitor de cartão SD
  • Recursos adicionais: gravador Blu-ray, 4x alto-falantes estéreo, touchpad com função multitoque
  • Bateria: 4.605 mAh de 3 células (ion-lítio)
  • Peso: 2,3 kg
  • Dimensões: 390 mm de largura x 262,8 mm de profundidade x 22,9 mm de espessura
  • Preços: a partir de R$ 10.499 (VN7-592G-77C3) e R$ 9.999 (VN7-592G-734Z)

Frescor para os olhos

Além das máquinas acima, a Acer também trouxe para o mercado nacional uma dupla de monitores feitos sob medida para os gamers: o Predator XB271HU e o Predator X34. Ambos ostentam o cada vez mais popular formato Ultra Wide, resolução Quad HD, painéis IPS e suporte ao recurso G-Sync da NVIDIA. Enquanto o display de 27 polegadas tem uma taxa de atualização maior, o modelo de 34 polegadas apresenta uma visão ainda mais ampla e imersiva graças ao seu formato curvo. Confira os detalhes:

Especificações Técnicas Predator XB271HU

  • Painel: IPS de 27 polegadas
  • Resolução de tela: Quad HD Ultra Wide (2560x1440 pixels)
  • Taxa de atualização: 144 Hz via DisplayPort (165 Hz no modo overlocking)
  • Tempo de resposta: 4 ms
  • Conexões: saída HDMI 1.4, saída DisplayPort 1.2, 4x portas USB 3.0
  • Áudio: 2x alto-falantes de 2W
  • Recursos adicionais: suporte à tecnologia NVIDIA G-Sync
  • Peso: 8 kg
  • Dimensões: 614 mm de largura x 401 a 551 mm de profundidade x 268 mm de profundidade
  • Preço: a partir de R$ 5.199

Especificações Técnicas Predator X34

  • Painel: IPS de 34 polegadas curvo
  • Resolução de tela: Quad HD Ultra Wide (3440x1440 pixels)
  • Taxa de atualização: 60 Hz via DisplayPort (100 Hz no modo overlocking)
  • Tempo de resposta: 4 ms
  • Conexões: saída HDMI 1.4, saída DisplayPort 1.2, 4x portas USB 3.0
  • Áudio: 2x alto-falantes de 7W
  • Recursos adicionais: suporte à tecnologia NVIDIA G-Sync
  • Peso: 9,96 kg
  • Dimensões: 825 mm de largura x 455 a 585 mm de profundidade x 309 mm de profundidade
  • Preço: a partir de R$ 7.399

Mais produtos e primeiras impressões

Como a empresa realmente acredita que o público gamer se tornou muito mais exigente do que antes, eles também fizeram questão de trazer uma série de acessórios para o Brasil, com o intuito de complementar a experiência durante as sessões de jogatina. O quarteto de itens é composto por fone de ouvido, mouse, mousepad e mochila que ostentam o selo Predator e buscam oferecer um misto de maior conforto e performance aos usuários.

Dois desses produtos foram feitos em parceria com a Steelseries, resultando no Headset Predator (R$ 399) e no Mouse Predator (R$ 299). Em alguns testes rápidos, o primeiro dispositivo se mostrou bem bonito, bastante confortável e refinado o suficiente para reproduzir os sons dos jogos com uma ótima qualidade – além de oferecer um microfone unidirecional retrátil. O mouse, com seis botões programáveis e 6.500 DPI, tem uma boa pegada e tempo de resposta, mas pode ser leve demais para quem está acostumado com opções mais parrudas.

A Mochila Predator (R$ 399) e o Mousepad Predator (R$ 59), por sua vez, são ótimas adições ao arsenal do gamer que move seus apetrechos para todo lado – e que tem uma graninha à tiracolo. O mousepad gruda facilmente na mesa – evitando que o item se desloque na hora da jogatina – e permite que o gamer deslize o mouse por sua superfície sem qualquer dificuldade. Enquanto isso, a bolsa – ultrarresistente e à prova d’água – é espaçosa o suficiente para abrigar notebooks de até 17 polegadas e tem divisórias para todo tipo de periféricos.

Durante o evento, também conseguimos brincar um pouco nas novas máquinas da Acer, experimentando os notebooks com o aclamado Witcher 3 – com todas as configurações gráficas no máximo – e uma versão prévia do Predator G1 reproduzindo o recém-lançado Doom em um trio de monitores curvos X34. Enquanto Geralt e sua trupe fez um bom trabalho em mostrar o poderio do hardware portátil, o título da id Software proporcionou uma experiência gamer mais do que fantástica.

Doom rodando em 3 monitores Acer Predator X34 curvos. Chato, hein? #tecmundo #acerpredator

Um vídeo publicado por TecMundo (@tec_mundo) em

Além do ângulo de visão fora do normal, por conta dos três displays Ultra Wide colocados lado a lado, a breve jogatina de Doom surpreendeu por conta de toda a ação frenética e em altíssima qualidade que vinha de um gabinete tão reduzido – mesmo que o modelo fosse equipado “apenas” com uma GTX 980 e não com a Titan X. Embora já soubéssemos que o desktop era pequeno quando comparado às torres normais de computador, ver o brinquedinho ao vivo e com todo o seu poderio foi uma grata surpresa.

Dentro da cena gamer

Para finalizar o evento, a Acer confirmou que deve reforçar seu apoio ao eSport por meio da parceria com a ESL Brasil. No papel da mais nova patrocinadora da versão nacional da Electronic Sports League, a companhia vai fornecer equipamentos para os torneios presenciais da organização. Segundo Moacyr Alves, representante da liga no país, a ideia é que os campeonatos feitos no final de julho já contem com monitores da marca, enquanto as partidas finais devem trazer todo o kit game do selo Predator aos atletas.

Agora, a liga de eSports também vai contar com equipamentos da linha Predator.

Vale notar que todos os produtos mencionados – com exceção do Predator G1 – já estão disponíveis para compra através do e-commerce da Acer ou das principais lojas online do Brasil. Também é possível conferir mais detalhes e informações completas a respeito de algumas das tecnologias investidas nos produtos em um hotsite dedicado aos equipamentos gamers da fabricante: www.acerpredator.com.br.

No fim, fica claro que há vontade e empenho das empresas em trazer itens de qualidade e que realmente tragam ótimas experiências para o público que não larga os jogos por um só minuto. No entanto, o cenário ressalta outro elemento dessa equação: ainda é caro ser um gamer brasileiro. E você o quanto já gastou em componentes ou acessórios para aprimorar a sua jogatina? Conte na seção de comentários como você costuma estourar o orçamento do mês com gastos em games.

Estamos no Snapchat!

Esse é o snapcode do perfil tec_mundo no Snapchat.

Caso você ainda não saiba, o TecMundo já está no Snapchat e nós postamos diariamente fotos e vídeos de produtos, eventos – sim, incluindo desse aqui! – e até do dia a dia da redação. Caso queira ficar por dentro dos bastidores do site, não se esqueça de seguir o nosso perfil através do usuário tec_mundo ou do snapcode acima. Vale lembrar que, como os snaps só duram até 24 horas, o melhor é conferir a rede todos os dias para não perder nenhuma novidade – ou zoeira entre os redatores – que publicamos por lá.

Cupons de desconto TecMundo: