A RIOTORO parece não estar medindo esforços para conquistar o consumidor. Ela lançou durante a CES, maior feira do mundo relacionada a  componentes eletrônicos, o primeiro gabinete RGB do mundo (com iluminação personalizável).

O Prism CR1280 chegará em breve ao mercado brasileiro e nós já recebemos uma unidade, sobre a qual falaremos um pouco, neste artigo. Contudo, primeiro, é interessante falar um pouco desta nova marca.

A RioToro foi fundada há aproximadamente 1 ano por ex-funcionários da NVIDIA e da Corsair, com um intuito de trazer inovações e novas alternativas para o consumidor, com qualidade a preços competitivos.

A “The Next Generation” (a próxima geração), nomeada por eles dentro de seu projeto, deixa no ar um espectro de algo futurista que segundo os seus diretores, vai chegar “com tudo” para conquistar o mercado nos seguintes componentes:

Gabinetes, sistemas de refrigeração e periféricos (mouse, teclado e headset), podendo ainda em um futuro próximo, expandir sua carteira de produtos. Na sua página ainda vemos uma modesta linha de produtos, porém recebemos uma lista NDA (que ainda não pode ser publicada) de produtos bastante interessantes.

Conheça o gabinete RIOTORO Prism CR1280 RGB

Com as medidas 478,1 x 250,72 x 577,50 mm (C x L x A), o CR1280  demonstra um aproveitamento interno muito bom, a ponto de não deixar parecer, a quem avalia o seu exterior, que seja um verdadeiro “full tower” (torre completa).

Com base de boa qualidade, inclusive com acabamento interno, vasta janela de acrílico na parte lateral e outra menor na parte superior, detalhe raro no mercado, demonstra logo à primeira vista, um diferencial para os gabinetes de mercado. Mas não fica só por isso. Os apoios em alumínio (Premium, segundo o fabricante) com base de borracha também dão outro destaque para o produto.

Suportando placa mãe E-ATX, ATX, Micro ATX e mini ITX, a bandeja tem uma abertura enorme dando acesso ao blackplate do cooler do processador, sem remover a placa mãe contando ainda com seis espaços para se fazer cable management deixando o visual mais clean, o case conta com espaço para placas de vídeo de até 400mm e seu painel traseiro conta com espaço para 8x slots de expansão.

Outra característica que não passa despercebida, é a falta de baias de 5.25” (polegadas), muito pouco utilizadas, melhorando o espaço interno. O modelo pode comportar praticamente todos os tipos de placa mãe encontrados no mercado (E-ATX, ATX, Micro ATX e mini ITX).

A bandeja tem uma grande abertura para acesso à chapa traseira do cooler (blackplate), facilitando o gerenciamento de cabos na montagem do PC. Outro bom atributo é o fato de poder receber placas de vídeo de até 400mm (comprimento), e 8 slots de expansão em seu painel traseiro.

As unidades de armazenamento (HDs e SSDs) aficm discretamente colocados na parte traseira e inferior, conforme podemos ver na foto ao lado, com até 4 unidades de 2.5” e 4 de 3.5 ” no compartimento inferior, próximo à fonte de alimentação.

Em nosso ponto de vista, a RIOTORO esqueceu o detalhe de fazer “toolless” (livre de ferramenta) este elemento, necessitando de parafusos de fixação. Isto não diminui a qualidade ou funcionalidade do produto, mas ficaria melhor com essa adaptação.

A fonte de alimentação é instalada na parte inferior do gabinete, com uma PSU cover (cobertura de fonte), com capacidade para fontes ATX de até 220 mm, o que significa suportar praticamente todas as fontes disponíveis no mercado. Uma abertura para o gerenciamento de seus cabos, e dois filtros de poeira removíveis também fazem parte do conjunto, facilitando o acesso e a limpeza.

Para os gamers e entusiastas que usam sistemas de refrigeração otimizados, pode-se incluir um radiador superior de até 360mm, frontal de 240mm e ainda um de 120 ou 140 mm na parte traseira.
Para quem optar pelo mais tradicional, o CR 1280 suporta um air cooler de até 180mm de altura, que pode ser instalado sem inconvenientes.

O gabinete vêm com 2 ventiladores 120mm na parte frontal, com sistema personalizável RGB de iluminação, disponibilizando ao usuário, a opção de escolher até 256 cores de iluminação e um software para gerenciar da forma que lhe convier, ligados e sincronizados por uma controladora.

Na parte traseira, um fan de 120mm simples completa o sistema, mas este não possui a opção de iluminação. Fica a nossa dica para que a RioToro inclua em uma próxima edição.

Painel frontal

Composto de material plástico, que segundo o fabricante é especial, o acabamento é em Black piano e preto fosco, dando boa suavidade à sua aparência. O painel pode ser removível e atrás teremos um filtro de poeira para diminuir a quantidade de poeira direcionada ao seu interior. Este deve ser removido periodicamente para a manutenção e limpeza, mantendo a sua característica e função.

A iluminação no símbolo (PRISM) e ao redor do painel superior frontal, também é controlada e sincronizada pela controladora RGB, porém pode-se alterar a configuração manualmente, sem necessidade de software, por conta de um botão instalado em seu painel.

Também no painel superior, encontramos os botões (Liga/Desliga e Reset), o controlador de controlador de ventiladores por potenciômetro (lento/rápido), o controle RGB, as duas entradas USB (2.0 e 3.0) e as tradicionais entradas para microfone e áudio.

Parte superior

Na parte superior uma interessante janela em acrílico, o que dá um bom destaque ao produto. Debaixo deste, um filtro de poeira fixado por meio de imãs, o que também neste setor, facilita a manutenção da limpeza do produto.

A RIOTORO desenvolveu o DAT (tecnologia de fluxo de ar direto), o que direciona o ar quente para fora do gabinete, por sua parte superior, enquanto a grande maioria dos  concorrentes o faz pela sua parte traseira.

Comparativos, preços e discussão

Como sabemos, o Riotoro Prism CR1280 será vendido inicialmente no mercado americano, custando inicialmente $ 139,99 (R$ 568), chegando com preço abaixo de seus principais concorrentes como o Corsair 780T que custa $ 189,99 (R$ 772) e NXZT 820 que custa $ 234,99 (R$ 954).

Sabemos que o Prism CR1280 chegará ao mercado brasileiro com garantia de 2 anos e com um preço aproximado de R$ 650, nesta mesma versão. A RIOTORO já tem produtos à venda aqui, e na primeira “leva” chegaram apenas os produtos de entrada como o mid-tower (torre media) CR480 com preço de R$ 359,92.

Conclusão

Trata-se de uma nova e boa opção para o consumidor brasileiro, principalmente levando-se em conta as suas propriedades e o preço. Apesar de nova no mercado, a marca é dirigida por profissionais bastante experientes e acreditamos que deverá crescer e ganhar força bastante rapidamente.
A tomar por base este gabinete, isto não deve ser difícil.

Pontos positivos

  • Modelo de linhas arrojadas dando um visual incrível e único;
  • Boa qualidade e acabamento;
  • Pioneirismo (o primeiro gabinete RGB do mundo;
  • Função RGB com opção de troca de cores pelo painel, ou por softwares, podendo inclusive ser desligado;
  • Recursos abundantes para gerenciamento de cabos, facilitando a montagem e a circulação de ar;
  • Controle de rotação dos ventiladores, permitindo operação mais silenciosa ou performática;
  • Ventilação interna com tecnologia própria, DAT (tecnologia de fluxo de ar direto);
  • Sincronização dos ventiladores RGB com o Painel frontal e Prism;
  • Bom espaço interno, com compatibilidade com praticamente todas as placas mãe, fontes e placas de vídeo do mercado;
  • Garantia total de 2 anos.       

Pontos negativos

  • Fixação dos Hd’s e SSD’s são feitas somente com parafusos;
  • Acesso da fonte de alimentação somente pela parte traseira;
  • Ventilador traseiro simples, faltando o sistema RGB para complementar melhor o conjunto.