Dan Laycock, Gerente Sênior de Comunicações da divisão Microsoft Surface, falou em entrevista ao blog Trusted Reviews que para quem está em busca de um aparelho 2-em-1, o iPad Pro nunca será mais do que um dispositivo companheiro. Ele também disso que o dispositivo da Apple tem menos funções que o Surface Pro 4 da Microsoft e ainda alfinetou a companhia concorrente por resolver adotar uma caneta inteligente agora.

“Houve uma época em que a Apple declarou que se um dispositivo possuía uma stylus, ele era uma falha. Nós somos grandes apoiadores da caneta; sabemos que nossos consumidores a adoram”, disse o executivo. Ele se referiu ao próprio Steve Jobs, que era um grande crítico do acessório. “São estratégias muito diferentes”, completou o gerente.

A Apple vem anunciando o iPad Pro como um tablet para consumo de mídia que também serve como notebook, mas para Laycock o aparelho não é capaz de funcionar como um dispositivo de produtividade por si só. Ele disse que a Microsoft não enxerga uma comparação entre Surface Pro 4 e iPad Pro, porque o primeiro é um PC completo, rodando programas na íntegra, enquanto a Apple fez algo parecido, mas que não tem a mesma capacidade.

Qual tablet é melhor para produtividade: Surface Pro 4, iPad Pro ou Pixel C? Comente no Fórum do TecMundo