Entrando em competição com o Surface Pro 4 e o iPad Pro, a Toshiba revelou seu primeiro tablet de tela grande com Windows 10 durante a CES 2016, chamado DynaPad. Contando com um display de 12 polegadas, um teclado ao qual pode ser acoplado, uma caneta stylus feita pela Wacom, especificações interessantes e um preço bastante competitivo para a categoria, a novidade parece realmente merecer um pouco de atenção.

A tela do DynaPad tem uma resolução de 1920x1280 pixels e foi desenvolvida pela Toshiba para passar a mesma sensação de escrita no papel quando utilizada junto com a stylus. Ao mesmo tempo, o display é reforçado com o Gorilla Glass 3 e coberto por uma camada resistente a marcas de dedos.

A caneta TruPen da Wacom conta com uma ponta com 2.048 níveis de pressão – o dobro da Surface Pen mais recente –, além de funcionar em “ângulos extremos” e “virtualmente não ter latência” – tudo isso com uma bateria de deve durar mais de 1 mil horas por carga. Combinando os recursos da tela com as vantagens da stylus, o dispositivo parece ter sido pensado especialmente para artistas e pessoas que gostam de escrever e desenhar.

Especificações técnicas

  • Tela: display de 12 polegadas com resolução de 1920x1280 pixels e Gorilla Glass 3
  • Sistema operacional: Windows 10
  • CPU: Intel Atom x5 Z8300
  • Memória: 4 GB de RAM
  • Armazenamento: 64 GB expansíveis em até 128 GB por meio de cartão microSD
  • Câmeras: frontal de 2 MP e traseira de 8 MP
  • Adicionais: teclado metálico acoplável com imã e caneta stylus TruPen da Wacom
  • Espessura: 6,8 mm
  • Peso: 580 gramas

Encarando a concorrência

Por dentro, o DynaPad conta com um processador Intel Atom x5 Z8300, um máximo de 4 GB de memória RAM e até 64 GB de armazenamento interno. No tablet, é possível encontrar duas entradas micro USB 2.0, um leitor de cartões microSD de até 128 GB e uma porta micro HDMI. Além disso, o aparelho conta ainda com uma estrutura dupla de microfones, uma câmera frontal de 2 MP e outra traseira de 8 MP.

Acompanhando o tablet está o teclado metálico, que pode ser preso à parte principal por meio de imãs, mas não permite que o ângulo da tela seja ajustado – diferentemente do Surface Pro 4. Pesando apenas cerca de 580 gramas e com aproximados 6,8 mm de espessura, o DynaPad é mais leve que o rival da Microsoft e que o iPad Pro, além de ser mais fino que o primeiro e empatar nesse quesito com o segundo.

Por fim, o produto da Toshiba supera os rivais no quesito custo, saindo com preços a partir de US$ 580 (cerca de R$ 2.348, sem taxas) por sua configuração mais simples – sem teclado. Enquanto isso, o Surface Pro 4 mais barato custa US$ 899 (R$ 3.640) e o tablet grande da Apple chega por pelo menos US$ 799 (R$ 3.235). A pré-venda da novidade já começou, e o dispositivo deve ficar disponível na Microsoft Store no final de janeiro. Resta saber se o desempenho do DynaTab consegue competir diretamente com o dos outros dois.

Você acha que o DynaPad da Toshiba consegue competir com o Surface Pro 4 e o iPad Pro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: