Picasa: faça ajustes básicos de tratamento nas suas fotos!

Conheça as maneiras de se editar fotos por um dos organizadores de imagens mais queridos disponíveis para download.
  • Visualizações43.434 visualizações
Por Luísa Barwinski em 6 de Maio de 2009

Se você pensava que o Picasa instalado no seu computador só servia para organizar fotos, fazer colagens e montagens para seus álbuns web está muito enganado. O software do álbum de fotos do Google vai muito além de apenas organizá-las. Com ele você consegue fazer pequenas edições e melhorias na qualidade das suas imagens. E o melhor de tudo é que boa parte deste processo pode ser eliminada com um simples clique no botão que automatiza todo este processo.

Mas antes de começarmos, é preciso lembrar que todas as etapas deste tutorial foram feitas no programa do Picasa e não na versão online, disponibilizada pelo Google. Portanto, certifique-se de que você já tem o programa instalado. Se não, clique aqui para baixá-lo. A instalação não deve tomar-lhe mais do que alguns minutos. Contudo, o que pode levar mais tempo é a importação de imagens do seu computador para o programa – uma vez que este processo depende da quantidade de imagens e da velocidade do seu PC.

Agora que o Picasa já está instalado e com as fotos carregadas, é hora de escolher uma delas e editar! Para abrir as abas de edição, clique duas vezes na foto com a qual você deseja trabalhar e aguarde alguns instantes. Note que irá aparecer um menu com três abas: “Básico”, “Ajuste” e “Efeitos”. Comece pela aba “Básico”, para criar uma boa base para outros recursos.  Note que existe uma boa variedade do que pode ser feito para aumentar a qualidade da imagem. Porém, o mais importante a ser feito (e que resolve 90% dos casos) é modificar os valores de brilho, contraste e nitidez da foto.

Portanto, é hora de colocar as mãos na massa! Existem dois modos de otimizar a sua foto pelo Picasa. O primeiro e mais simples deles é o botão “Estou com sorte”, que encontra qual pode ser a melhor configuração de contrastes e brilhos para a sua imagem. Caso você não tenha gostado do resultado, é possível desfazê-lo. Basta clicar no botão “Desfazer Estou com sorte”.

Tratando suas imagens manualmente

Para quem prefere editar fotos manualmente, o Picasa proporciona este gosto também. Contudo, o processo não é inteiramente manual como o que acontece em editores profissionais de imagem como o Photoshop. As correções que o Picasa permite fazer no modo manual se restringem apenas ao “Brilho”. Toda a correção de contraste da foto é feita automaticamente através do botão “Auto Contraste”.

Não se assuste se você não encontrar o controle “Brilho” no painel de ferramentas do Picasa. Este controle está exibido com um outro nome, “Luz de preenchimento”, e é acompanhado de uma barra de alteração de valores. Arraste o ponteiro pelo traçado para aumentar ou diminuir a incidência de luz na sua imagem. Lembre-se de manter um valor mediano. Se você usar pontos muito baixos ou muito altos, a qualidade da imagem não ficará boa. Logo que você terminar de arrastar, as mudanças já estarão instituídas na sua foto.

Iluminação, sombras e cor

Como todo bom editor de imagens, o Picasa também tem elementos de edição de iluminação, destaques (que corresponde ao “highlight” do Photoshop), sombras e temperatura de cores. Para acessá-los, clique na segunda aba, “Ajuste”. Você verá uma série de barras de controle que devem ser arrastadas para tornar estes atributos mais harmoniosos na sua foto.


O primeiro deles, “Luz de preenchimento”, funciona como a ferramenta citada anteriormente – ou seja, opera como a função “Brilho” de outros editores.


O segundo, “Destaques”, irá alterar a intensidade das luzes altas da sua foto. Locais com cores claras ou com alta incidência da cor branca tendem a ser destacados ao aumentar o valor desta barra.


Em “Sombras”, o Picasa irá aumentar ou diminuir a força das áreas escuras da imagem de modo que as cores fiquem mais contrastadas. Entretanto, esta ferramenta não substitui o recurso “Contraste”.



O recurso “Temperatura da cor” funciona como um seletor de ênfase em um determinado grupo de cores. Isto significa que se o ponteiro for colocado em valores muito baixos, as cores com maior destaque serão as que pertencem ao grupo das ditas “Cores Frias”. O contrário também é válido. Se o ponteiro estiver em valores mais altos, as cores destacadas serão as “Cores Quentes”.

Porém, como de costume, o Picasa oferece o caminho mais fácil e rápido para executar estas tarefas. Clique em qualquer um destes botões para acelerar e tornar tudo automático. Contudo, assim como o outro botão de automatização de ferramentas (), as cores podem parecer um tanto artificiais ou o contraste pode não ser satisfatório. Cabe a você escolher qual caminho é melhor.

Efeitos: decore e personalize suas fotos

Por último e não menos importante, o Picasa também possui efeitos para deixar as suas fotos cada vez mais bonitas. Depois de utilizar os reparos básicos, é hora de escolher qual efeito fica melhor na sua imagem. As opções oferecidas são bastante variadas – do aumento de nitidez ao tingimento gradual, todos podem figurar como bons complementos para a sua foto.

Ao selecionar um efeito, você verá uma janela com duas barras de controle ou estas mesmas barras com um seletor de cores, dependendo de qual foi o escolhido. Arraste os ponteiros e selecione as cores que quiser para ajustar às suas preferências e ao final de tudo, clique em “Aplicar”.

Note que os efeitos “Sépia”, “P&B”, “Tons Quentes” e “Granulação” possuem uma cantoneira azul. Esta marcação significa que o efeito não é personalizável e ficará do jeito que é exibido na miniatura. Contudo, você pode adicionar outros efeitos depois deste que o resultado não será perdido.

 

 


Muito bem, agora que você já sabe que o Picasa não se limita a organizar, fazer colagens e montagens das suas fotos, dê outra chance a ele e comece a fazer pequenos reparos nas suas imagens! Os resultados não ficam devendo nada a qualquer outro editor!

Fique ligado para mais artigos e dicas do Baixaki! Até a próxima!



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!