A operadora norte-americana Hughes vai lançar em julho um serviço de banda larga via satélite no Brasil. O objetivo é abastecer áreas que contam com deficiência no fornecimento de internet via cabo. O custo do pacote principal será de R$ 200, segundo informa a Exame, para a velocidade de 10 Mbps. O usuário poderá gastar 20 GB de dia e 40 GB à noite. Se o limite for excedido, a navegação será permitida, mas a uma velocidade reduzida. Pacotes de dados adicionais também poderão ser adquiridos.

Em entrevista à Exame, Rafael Guimarães, presidente da Hughes no Brasil, explicou que a conexão não é afetada por chuvas normais; tempestades fortes, porém, podem comprometer cabos elétricos e resultar na interrupção temporária do serviço. O sistema de distribuição funciona de maneira simples: o sinal é captado por uma antena acoplada às casas e transmitido ao roteador por meio de um fio.

A implantação do serviço será feita em três etapas: conforme explica Guimarães, 82% do território brasileiro serão atendidos neste ano. Em 2018, uma expansão na rede da operadora deverá ser feita para que, em 2020, todo o Brasil já possa ser agraciado pelo sistema.

“Apesar de o nosso serviço cobrir totalmente a cidade de São Paulo, não temos interesse em tentar divulgá-lo para regiões como o bairro de Pinheiros. A ideia é promover o serviço em áreas que não são bem atendidas por outras operadoras, como o interior do estado”, esclareceu o executivo.

A Hughes conta, hoje, com 1,5 milhão de assinantes nos EUA. Mais informações acerca dos planos da companhia no Brasil podem ser conferidos aqui.

...

Qual é a velocidade média da sua internet? Comente no Fórum do TecMundo