Ser vlogger está quase se tornando status de fama. Afinal, quem nunca sonhou em ganhar dinheiro fazendo vídeos domésticos e ser tão reconhecido quanto um global da novela das nove?

Pensando nisso, a startup OpenSlate fez uma lista com os 10 canais mais bem pagos do YouTube. Claro que alguns são de celebridades ou de selos musicais famosos, como Taylor Swift e EMI. Todavia, o mais impressionante é que outros abrigam clipes que abordam assuntos avulsos e um tanto bizarros, tais como reviews de bonecas da Disney, rimas infantis e mod de Minecraft.

Para descobrir os valores estimados de cada canal, a empresa se baseou em uma fórmula que considera o total de visualizações mensais e inscritos. A seguir, você confere a listagem em ordem, lembrando que os números não levam em consideração as parcerias e propagandas feitas diretamente com os proprietários dos canais.

1. DisneyCollector BR

Visualizações mensais: 379.932.270;

Valor de lucro anual estimado: US$ 4.860.207,60 (mais de R$ 13,2 milhões).

Quem diria que um dos canais mais poderosos e rentáveis do YouTube seria apenas de mãos femininas brincando com bonecas? Nele, os telespectadores acompanham a moça anônima enquanto ela desembala os brinquedos e se diverte com eles.

Fazendo quase 5 milhões de dólares por ano... Talvez seja hora de você tirar suas action figures da estante e criar uma nova série, não é mesmo?

2. TaylorSwiftVEVO

Visualizações mensais: 341.711.430;

Valor de lucro anual estimado: US$ 4.110.788,52 (mais de R$ 11,2 milhões).

A nova queridinha do pop está entre uma das mais populares no serviço da Google. Seu canal é um dos mais vistos em meio aos de outros famosos e rende a bagatela de mais 340 milhões de views por mês.

O vídeo de “Blank Space”, lançado há pouco mais de um mês, já está com mais de 295 milhões de visualizações – e subindo.

3. PewDiePie

Visualizações mensais: 323.333.040;

Valor de lucro anual estimado: US$ 3.998.530,32 (cerca de R$ 10 milhões).

O terceiro lugar fica com o comentarista de jogos Felix Kjellberg, mais conhecido pelo apelido de PewDiePie. Para você ter uma ideia do poderio do rapaz, seu canal possui mais de 33 milhões de inscritos, figurando em primeiro lugar como o de maior quantidade de seguidores no YouTube – o segundo lugar tem “apenas” 22 milhões.

Sua sátira do jogo Flappy Birds – aquele do pássaro suicida que passeava nas fases inspiradas no Super Mario World – conseguiu abocanhar 25 milhões de visualizações.

4. Little Baby Bum

Visualizações mensais: 270.031.260;

Valor de lucro anual estimado: US$ 3.462.340,80 (mais de R$ 9,4 milhões).

Diretamente da terra do Dollynho e do Barriguinha Mole, o quarto colocado é especializado em vídeos de cores pastéis e musiquinhas infantis que grudam na cabeça. Com mais de um 1 bilhão de views desde sua estreia, o Little Baby Bum consegue acertar as crianças (e adultos) em cheio.

Um vídeo de 54 minutos, que começa com a canção “Wheels on the Bus” (adaptada para “O ônibus” na versão brasileira feita pela Xuxa), atingiu a marca de 250 milhões de views – e alguns milhões de pais desesperados.

A chave do sucesso é justamente conseguir atrair o público infantil, conhecido por assistir a mesma coisa centena de vezes – ou vai falar que você nunca alugou a mesma fita de video game ou VHS mais de uma vez?

5. Emi Music

Visualizações mensais: 254.617.170;

Valor de lucro anual estimado: US$ 3.063.044,52 (mais de R$ 8,3 milhões).

O quinto lugar até que é bem compreensível. A gigante EMI possui um portfólio bem variado com grandes artistas internacionais, entre eles Coldplay, Katy Perry, Mayer Hawthorne e Kylie Minogue. Até o momento, o clássico “U Can’t Touch This” do MC Hammer já está com mais de 119 milhões de views.

6. Get Movies

Visualizações mensais: 225.495.870;

Valor de lucro anual estimado: US$ 2.712.715,32 (cerca de R$ 7,4 milhões).

Esse canal é a principal diversão para a criançada russa. Com diversas animações em 3D e infinitos episódios de Peppa Pig, o ele chama a atenção pela boa variedade de conteúdos infantis e gráficos de qualidade.

Um dos desenhos mais famosos por lá é “Marsha and the Bear”, que narra as histórias de uma garota travessa e seu inseparável urso brincalhão. Um episódio em que a dupla desvenda os mistérios por trás de um porridge (papa de flocos de aveia) alcançou a marca de 350 milhões de views – haja criatividade!

7. MOVIECLIPS Trailers

Visualizações mensais: 218.276.340;

Valor de lucro anual estimado: US$ 2.746.876,80 (mais de R$ 7,4 milhões).

Quem é que não gosta de um bom trailer? Poder saber quais são os próximos lançamentos no cinema e ver um trechinho daquela aguardada sequência... Pois bem, mensalmente 218 milhões de pessoas visitam a página do MOVIECLIPS Trailers para dar uma espiadinha.

Ainda que alguns defendam que todo o conteúdo da página e o número de views dependa unicamente do trabalho árduo das produtoras, o canal também é uma ótima maneira de divulgação, visto que consegue atrair um público bastante diversificado. Sozinho, o novo trailer de Star Wars já alcançou mais de 50 milhões de visualizações.

8. Spinnin' Records

Visualizações mensais: 200.102.550;

Valor de lucro anual estimado: US$ 2.516.189,52 (mais de R$ 6,8 milhões).

Esse é o canal para quem curte balada. Nele, são postados os vídeos de grandes nomes da música eletrônica e dance de todo o mundo – principalmente daqueles que estão sob o selo Spinnin' Records.

Entre os famosos, estão Martin Garrix, Afrojack, Sander van Doorn, Bingo Players, Tiesto, Nicky Romero, NERVO, Dimitri Vegas & Like Mike, Sunnery James & Ryan Marciano, Sidney Samson, R3hab, Julian Jordan, AVICII, Shermanology, Basto, Firebeatz, Ian Carey, Starkillers, Eric Prydz, Fedde Le Grand e Martin Solveig.

“Animals”, de Martin Garrix’s – um clipe maluco em que as pessoas se lambem em uma festa temática de felinos e com muitos passos de break –, já alcançou a esplêndida marca de 440 milhões de visualizações.

9. WWE

Visualizações mensais: 189.586.350;

Valor de lucro anual estimado: US$ 2.350.169,28 (mais de R$ 6,4 milhões).

Se você tem idade suficiente para se lembrar do Telecatch no Brasil, então provavelmente já dever ter ouvido falar do WWE. Antes do MMA virar moda, os homens já se digladiavam em arenas e brigavam – em lutas encenadas – para o divertido da plateia.

No Estados Unidos, o esporte continua forte, sendo que o canal especializado no assunto recebe mais de 185 milhões de visitantes todos os meses. Abaixo, você confere uma das brigas mais insanas protagonizadas por 41 homens vestidos de collants e sungas jogando uns os outros para fora do ringue.

10. Stampylonghead

Visualizações mensais: 188.905.230;

Valor de lucro anual estimado: US$ 2.373.518,64 (cerca de R$ 6,4 milhões).

Mr. Stampy Cat é um simpático avatar que hospeda vídeos de Minecraft todos os dias. Em um de seus clipes mais famosos, você acompanha o herói comer um bolo virtual e agradecer um de seus fãs chamado Boo Boo Chicken (!?).

Fazendo uma comparação rápida, o vídeo mais popular de todos os tempos no New York Times, o discurso de vitória de Barack Obama em 2012, teve menos de 10 milhões de visualizações. Logo, fica difícil de acreditar que algum publicitário de renome poderia imaginar que é possível ganhar tanto dinheiro apenas desempacotando bonecas ou postando gameplays de sustos com jogos de terror.

Cupons de desconto TecMundo: