Uma corrida do último sábado (23) no Daytona Internacional Speedway, parte do circuito de automobilismo da NASCAR, nos Estados Unidos, terminou de maneira trágica: uma batida envolvendo diversos carros a poucos metros da linha de chegada feriu 28 torcedores que estavam nas arquibancadas do autódromo.

Mas o que interessa aqui é o vídeo acima, um registro de um fã que estava próximo ao local do acidente e presenciou não só a batida, mas o atendimento inicial a alguns dos feridos. Ao saber do clipe amador, a NASCAR pediu a remoção da postagem por direitos autorais e, no lugar do conteúdo original, inseriu material próprio sobre o ocorrido.

Consertando o erro

Inicialmente, o YouTube aprovou o pedido de remoção, achando que se tratava mesmo de infração de direitos autorais – mas uma investigação rápida mostrou que isso estava longe de ser a verdade. Na realidade, a NASCAR não queria a divulgação de bastidores do acidente.

O clipe original já foi restaurado e a NASCAR foi obrigada a dar explicações. Como desculpa, a organização da prova afirmou que o ato foi feito “em respeito aos familiares das vítimas do acidente”, mas o argumento não convenceu. Em declaração oficial, o YouTube mais uma vez esclareceu que só remove conteúdos do site quando há realmente uma ilegalidade.

Cupons de desconto TecMundo: