Pode até ser que a indústria fonográfica tenha medo de o YouTube roubar seus clientes — ou vai dizer que você nunca ouviu uma musiquinha pelo serviço de streaming? Mesmo assim, ano após ano o YouTube vem se mostrando uma ferramenta rentável também para artistas, produtores e outros envolvidos no mercado sonoro.

De acordo com um documento publicado nesta semana, o YouTube pagou mais de US$ 1 bilhão (R$ 3,375 bilhões) para a indústria já mencionada. Essa quantia diz respeito apenas à publicidade endereçada em conjunto com os materiais publicados no serviço.

Quem deu a informação foi Robert Kyncl (chefe de negócios do YouTube), em um post publicado no blog oficial do sistema. No texto, o executivo ainda fala que esse valor deve ser ultrapassado nos próximos anos — uma vez que tem sido mais habitual que as empresas de publicidade transfiram seus investimentos dos veículos comuns para a internet.

Será que o YouTube pode pagar ainda mais para a indústria em 2017?

Cupons de desconto TecMundo: