Com 49 milhões de inscritos, PewDiePie, o canal mantido pelo sueco Felix Kjellberg, é o maior do YouTube e cresceu principalmente publicando gameplays de jogos. No entanto, em um vídeo publicado na sexta-feira (2), a celebridade da plataforma da Google prometeu que deletaria seu canal – e consequentemente, todos os vídeos – quando chegasse aos 50 milhões de inscritos.

O aviso foi dado em um vídeo, no qual ele explica os motivos para supostamente encerrar a conta. PewDiePie diz que o YouTube está “destruindo” o canal dele, removendo inscritos e dificultando o acesso dos inscritos para valorizar o algoritmo do site que mostra vídeos recomendados. Veja abaixo.

Desde que publicou o vídeo prometendo deletar a conta, o YouTuber deu mais explicações sobre o que exatamente ele não está gostando no YouTube. Em um segundo vídeo, chamado P0RN ON YOUTUBE?, PewDiePie mostra que seus acessos despencaram depois de uma suposta mudança no algoritmo feita em novembro.

Para ele, o YouTube está recomendando apenas vídeos antigos, mesmo quando o usuário está assistindo a um conteúdo novo. Isso torna difícil manter a média de visualizações nos vídeos novos, já que há uma queda na audiência que chega ao canal através das recomendações.

Mas PewDiePie não é o único reclamando do problema. Outros YouTubers com grandes canais, como h3h3 e jacksepticeye também fizeram vídeos reclamando da mudança no YouTube e como está ficando difícil crescer na plataforma. No Twitter, PewDiePie disse ter conversado com a empresa sobre o problema.

Mas ele vai mesmo deletar o canal?

É claro, existe sempre a possibilidade de que tudo não passe de uma piada, embora o YouTuber jure que está falando sério. Mas a verdade é que vídeos sobre “abandonar o YouTube” são populares na plataforma e conhecidos por atraírem um número de visualizações maior do que a média do canal.

O próprio vídeo com o aviso do PewDiePie é um exemplo disso. Enquanto a maioria do conteúdo postado por ele tem 2 milhões ou 3 milhões de visualizações, o aviso de que ele vai deletar o canal já foi visto por mais de 13 milhões de pessoas.

Embora grande parte da sua crítica seja voltada à caça por cliques que virou o YouTube, com títulos e imagens enganosos, o próprio PewDiePie já admitiu, em um vídeo anterior, que YouTubers nunca abandonam a plataforma enquanto ainda estão recebendo dinheiro das propagandas.

Como notou Ben Popper, em um artigo no The Verge, vídeos anunciando a aposentadoria do YouTube viraram um gênero dentro da plataforma, com até mesmo canais pequenos anunciando o fim na tentativa de chamar a atenção dos usuários. Atualmente, PewDiePie tem mais de 49 milhões de inscritos, então não deve demorar até descobrirmos o que realmente vai acontecer.

Cupons de desconto TecMundo: