Em face da tragédia envolvendo o tiroteio dentro de um clube voltado para a comunidade homossexual nos Estados Unidos, o YouTube resolveu entrar em ação para estimular o compartilhamento de ideais de aceitação e orgulho a respeito da sexualidade de cada um. Para isso, o serviço de vídeos da Google deu início à campanha #OrgulhoDeSer, incentivando criadores de conteúdo do mundo todo a compartilhar seus motivos para ter orgulho de ser quem são.

“Seja para se abrir sobre a sua identidade, explicar os pontos que envolvem questões de gênero ou demonstrar todo o seu orgulho, o YouTube é o lugar a qual todos pertencem, não importa quem você seja ou ainda quem você ame”, explicou o serviço em um comunicado emitido à imprensa. Como parte da campanha, criadores de conteúdo do mundo todo estão fazendo postagens sobre o tema usando as hashtags #OrgulhoDeSer e #ProudToBe.

No Brasil, a campanha já conta com a participação de nomes como Lorelay Fox, Frederico Devito, Jogando Juntas e Co-op Geeks, entre muitos outros – até o momento da publicação desta notícia, a playlist nacional conta com 23 vídeos, que podem ser vistos clicando aqui. Além de falar sobre si mesmos e seus ideais, os youtubers também convidam os fãs para que criem e compartilhem seus próprios vídeos.

A campanha #OrgulhoDeSer #ProudToBe estimula youtubers LGBTQA a compartilhar seu orgulho

Além da campanha pela internet, a empresa também está celebrando o orgulho com membros de comunidades LGBTQA (lésbicas, gays, bi, trans, questionadores ou “queer” e aliados ou assexuais) nos seus YouTube Spaces em Nova York e no Canadá.

Cupons de desconto TecMundo: