A Sony divulgou nesta semana um relatório com a previsão para o ano fiscal de 2016, que termina no dia 31 de março de 2017. Considerando o apagão no mercado de smartphones, a empresa assumiu uma visão realista prevendo a venda de 20 milhões de aparelhos, cerca de 20% a menos em comparação com 2015, que teve 24,9 milhões de unidades vendidas.

Além da queda no número de venda de smartphones, a redução de oferta nos países menos rentáveis também colaborou para a expectativa da empresa japonesa, que passa por uma fase de corte de custos e despesas de reestruturação. Além disso, rumores indicam que a Sony pretende interromper a produção de aparelhos intermediários para apostar apenas na linha Xperia X.

A redução no volume de vendas vai resultar em uma receita de 940 bilhões de ienes, ou seja, uma queda de 17% comparada à do ano fiscal anterior. Apesar dos números negativos, a Sony prevê um lucro de 5 bilhões de ienes, um número muito maior do que o prejuízo de 62 bilhões de ienes registrado no ano passado.

Cupons de desconto TecMundo: