Embora rumores de que a Xiaomi deve entrar no mercado de notebooks não sejam algo novo, aparentemente a empresa está bastante próxima de realmente fazer isso. Segundo relatos divulgados pela Bloomberg News, a companhia chinesa está negociando com a Samsung para que a fabricante forneça chips de memória para os novos aparelhos.

As informações divulgadas pelo veículo dão a entender que o laptop pode chegar ao mercado no início de 2016, embora se saiba poucos detalhes sobre ele. O maior mistério fica por conta do sistema operacional que o dispositivo deve adotar — nos smartphones, a Xiaomi optou pela MIUI, uma versão bastante customizada do Android.

Ainda não está claro qual o objetivo da Xiaomi em entrar no mercado de computadores, que está em declínio a certo tempo. Enquanto a Apple domina o segmento Premium do mercado, outra fabricantes estão se digladiando para obter a preferência dos consumidores que buscam aparelhos mais acessíveis — e que apresentam pouca margem de lucro.

Uma parceria com a Samsung faz sentido nesse contexto, visto que a empresa sul-coreana está tendo dificuldades em lidar com os competidores chineses. Ao que tudo indica, a Xiaomi deve apostar em uma tática semelhante a adotada no segmento de smartphones: investir em bons aparelhos intermediários que se diferenciam pelos softwares e serviços de alta qualidade.

Cupons de desconto TecMundo: