O smartphone Xiaomi Mi6 agradou por especificações técnicas e design no geral, mas parte do público ficou com um pé atrás na hora de pensar em comprar o modelo. O motivo? Ele é mais um aparelho que dispensa a entrada tradicional de 3,5mm para fones de ouvido, preferindo a conexão USB-C para tais periféricos — assim como Moto Z e outros modelos.

Com algumas reclamações surgindo, a Xiaomi decidiu esclarecer as coisas. Afinal, por que ela optou pela troca? O motivo seria simplesmente garantir mais espaço para garantir a acomodação de outros componentes. Como análises internas de desmanche ainda não foram feitas pela comunidade especializada, é preciso esperar para saber se o dispositivo de fato economiza tanto assim.

De acordo com a empresa, ela tirou somente o conector, não toda a interface de áudio. Mesmo assim, não é possível fazer tarefas como carregar o aparelho e ouvir música ou transferir dados ao mesmo tempo, por exemplo. O aparelho também não ganhou a maior certificação de impermeabilidade do mercado, sendo apenas "resistente contra respingos".

A presença ou não do conector clássico para fones de ouvido ainda gera muitos debates na comunidade. E você, prefere a conexão 3,5mm tradicional ou já aceita modelos com USB-C no lugar? Deixe a sua opinião nos comentários!

Cupons de desconto TecMundo: