Aparentemente, não são só os próximos lançamentos da Samsung e da Sony que vão contar com o badalado Snapdragon 835 em seu interior. Se os rumores mais recentes vindos do outro lado do mundo estiverem certos, a Xiaomi também deve apresentar muito em breve um novo equipamento com o já bastante aguardado processador mobile da Qualcomm. Trata-se do Xiaomi Mi6, um celular que, mais uma vez, deve aliar especificações bem desejadas com um precinho que não acaba com as suas economias.

Os vazamentos a respeito do dispositivo ocorreram no meio desta semana e indicaram que o mais novo flagship da marca chinesa tem tudo para chamar a atenção do público – de forma similar a que aconteceu na época do anúncio do amado Mi4. A suspeita, de acordo com fontes próximas à indústria, é que o equipamento seja lançado oficialmente no dia 16 de abril e coloque mais uma vez a empresa nos radares de consumidores de todo o mundo.

Mi6 tem tudo para conquistar quem gosta de desempenho, mas quer economizar

Afinal, o Xiaomi Mi6 pode trazer muito mais do que o chip produzido em 10 nm pela Qualcomm – um componente que, por si só, já atrai os usuários mais hardcore do setor. Entre as configurações sugeridas para o gadget estão uma tela Quad HD de 5,2 polegadas com tecnologia 2,5D – que traz pequenas curvaturas nas bordas do display –, até 6 GB de memória RAM e uma câmera traseira de 19 megapixels. Confira abaixo uma lista do hardware especulado para o aparelho:

Especificações Técnicas

  • Tela: IPS LCD de 5,2 polegadas
  • Resolução de tela: Quad HD (2560x1440 pixels)
  • Sistema operacional: Android 7.0 (Nougat)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 835 octa-core
  • GPU: Adreno 540
  • Memória RAM: 4 GB ou 6 GB
  • Armazenamento interno: 64 GB ou 128 GB
  • Câmera traseira: 19 MP
  • Conectividade: 4G LTE 150/50M, Bluetooth 4.0, WiFi a/b/g/n/ac, porta USB Tipo-C, NFC

Qualidade que cabe no seu bolso

Realmente é possível praticar valores tão baixos de mercado?

O destaque do pacote, de acordo com os rumores, é o preço que o consumidor deve pagar para levar para casa um kit tão competente como esse. Quão barato deve ser o Xiaomi Mi6? Se as fontes estiverem certas, a versão mais básica do smartphone deve ficar na faixa dos US$ 290 (R$ 903), ao passo que a edição mais parruda não passa dos US$ 365 (R$ 1.137). A dúvida que fica é se realmente é possível praticar valores tão baixos de mercado tendo que disputar um chip como o Snapdragon 835 a tapa com outras fabricantes do ramo.

Cupons de desconto TecMundo: