A Apple lançou hoje na sua conferência de abertura da WWDC 2016 uma série de novidades relacionadas a inteligência artificial, e uma delas é basicamente a sua “versão do Google Fotos”. O app Photos do iOS e do Mac OS agora fará praticamente as mesmas coisas que o app da Google, exceto salvar todas as suas imagens na nuvem de forma ilimitada.

Sendo assim, o Photos da Apple trará uma organização mais interessante para as imagens armazenadas localmente no iPhone ou Mac e criará álbuns baseando a organização em eventos, viagens e momentos importantes para o usuário. Haverá também a possibilidade de criar pequenos clipes desse conteúdo. O app ainda poderá relembrar o usuário de algumas memórias interessantes de tempos em tempos.

Haverá reconhecimento de rostos e, assim como no Google Fotos, será possível definir o nome de uma pessoa e separar todas as fotos em que ela aparece em dois ou três toques. Tudo isso, será feito através de algoritmos baseados em deep learning que serão rodados localmente no dispositivo.

Nesse último ponto, o recurso difere do que a Google faz, que realiza todo o processamento direto na nuvem, depois que as fotos são salvas online. A Apple diz que processar localmente ajuda na segurança do usuário, mas a Google também garante que a nuvem de cada pessoa é completamente isolada das demais. Com isso, as possibilidades de vazamento de conteúdo são diferentes, mas os riscos são praticamente os mesmos.

O Photos com suas novidades deve chegar ao iOS 10 e ao Mac OS Sierra entre setembro e dezembro deste ano. Ainda assim, as versões prévias para desenvolvedores das duas plataformas já podem ser baixadas hoje.

Cupons de desconto TecMundo: