A Apple apoia a diversidade e nunca escondeu isso. Porém, as keynotes da Maçã sempre foram recheadas pelos mesmos executivos. Os mesmos rostos batidos apareciam todos os anos. Então, o público começou a se perguntar quanto à razão de as mulheres não terem uma presença mais forte na empresa — já que elas formam 30% dos funcionários. Como resposta, Tim Cook comentou que isso iria mudar. E mudou na WWDC 2015.

Obviamente, o fato é algo que deveria ser comum e não um ato noticiável. Porém, é valioso ver mulheres no comando em empresas de tecnologia, já que a maioria das grandes companhias do negócio não costuma colocar as mulheres como "cara da empresa" em apresentações.

No palco durante a apresentação da WWDC, a vice-presidente do Apple Pay, Jennifer Bailey, explicou as novas mudanças de pagamentos para a mídia presente. Além dela, Susan Prescott, vice-presidente de marketing de produto, conversou sobre o novo app News — ele vai substituir o Newsstand como feed de notícias.

Até o momento, apenas três mulheres haviam aparecido em keynotes desde 2007: duas desenvolvedoras de outras empresas e a supermodelo Christy Turlington Burns. Antes da apresentação, Tim Cook deu uma entrevista ao Mashable e disse o seguinte: "Eu penso que um grupo diverso vai produzir o melhor produto (...) Vocês vão ver uma mudança amanhã".

Cupons de desconto TecMundo: