(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

A Microsoft anunciou hoje que, entre os 50 aplicativos mais populares para aparelhos móveis, 46 poderão ser baixados no Windows Phone 8 já em seu lançamento. A declaração é uma tentativa de impedir uma possível rejeição que o sistema possa vir a ter pela baixa variedade de aplicativos disponíveis.

Atualmente, o Windows Phone Marketplace conta com cerca de 120 mil apps disponíveis, número impressionante se comparado ao último relatório da empresa. Em junho, eram apenas 100 mil aplicativos.

No entanto, o que pode ser um bom número para a Microsoft não impressiona nada em comparação com o Android e o iOS. Enquanto isso, gadgets da Apple têm disponíveis mais de 700 mil aplicativos, e o Android não fica muito atrás, com mais de 675 mil apps.

O trabalho de incentivo da Microsoft para os desenvolvedores têm surtido efeito, principalmente nas gigantes do mercado. O resultado é que já é possível encontrar apps populares, como Facebook, Twitter, Temple Run e até mesmo Angry Birds.

(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

Além disso, o Windows Phone 8 também vai contar com uma versão exclusiva do Skype, feita na medida para que sistema e hardware trabalhem totalmente integrados, permitindo uma navegação ainda mais fluída.

Outra novidade no Marketplace será o Pandora, que estará disponível em 2013 de maneira promocional, liberando um ano de músicas gratuitas e um funcionamento sem publicidade. O Pandora já conta com mais de 175 milhões de usuários registrados, indicando o Windows Phone 8 como um gadget de potencial para um grande público.

No entanto, algumas ações contraditórias da Microsoft têm irritado os desenvolvedores menores. Ao mesmo tempo em que a gigante procura fortalecer parcerias de peso, o sistema de desenvolvimento está sendo distribuído de maneira controlada.

A empresa chegou a afirmar que apenas os grandes desenvolvedores teriam acesso às ferramentas de desenvolvimento até o lançamento da nova versão do sistema. O fator pode ser determinante para o futuro do SO e impede que desenvolvedores comecem a trabalhar para ter versões prontas até o lançamento do sistema.

Fontes: CNET, The Verge, BGR

Cupons de desconto TecMundo: