Agora que a versão Consumer Preview do Windows 8 foi lançada, finalmente é possível ter uma opinião concreta sobre o novo sistema operacional. Embora muitas mudanças devam ser feitas pela Microsoft antes do lançamento oficial, já está certo que ao menos a experiência central do novo produto está pronta.

Após passar algum tempo testando a novidade, elaboramos uma lista das melhores novidades incorporadas ao software. Confira abaixo nossa opinião, e não deixe de registrar suas impressões em nossa seção de comentários.

1. Interface touchscreen funcional

Embora não estabeleça nenhuma espécie de revolução quando se trata de interfaces sensíveis ao toque, o Windows 8 surpreende pela eficácia de seus controles. É evidente que o novo sistema operacional foi planejado para ser usado com os dedos, algo exemplificado tanto por sua tela inicial quanto pelos aplicativos que o acompanham.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A versão Consumer Preview se beneficia muito das experiências realizadas pela Microsoft com o Windows Phone e aquelas feitas pelas concorrentes em suas plataformas próprias. Ao estudar a maneira como as pessoas interagem com a tecnologia, a empresa conseguiu desenvolver um sistema que não só é bonito, como se adapta muito bem à posição em que dispositivos como tablets são usados normalmente.

2. Aplicativos funcionais

Embora a experiência básica do novo sistema operacional já desse as caras na versão Developer Preview, somente agora ficou claro como os programas desenvolvidos para a interface Metro realmente funcionam. A surpresa começa na hora de abrir os aplicativos, que em sua maioria dispõe de transições animadas bastante semelhantes àquelas vistas em smartphones.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Ao optar pela exibição em tela cheia, a Microsoft permite que você realmente se foque na tarefa a que está se dedicando. Também ajuda muito o fato de o sistema de notificações, além de bonito, poder ser facilmente desabilitado.

Pelo que foi prometido, ainda estamos longe de ver os softwares considerados realmente indispensáveis para a plataforma. Porém, as opções disponíveis já na fase de testes indicam que o futuro do Windows 8 será marcado pela beleza e funcionalidade.

3. Nada mais de fechar programas

A época em que era preciso fechar um jogo porque ele poderia influenciar no desempenho de outro programa chegou ao fim. Com o Windows 8 Consumer Preview, todos os softwares abertos em segundo plano entram em uma espécie de “modo de repouso”, deixando de consumir qualquer espécie de recurso da máquina.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A novidade é ainda mais interessante pelo fato de que basta voltar a uma janela deixada de lado para retomar automaticamente a atividade pausada. Fora o carregamento inicial de cada programa, não é preciso passar por nenhuma etapa de carregamento adicional — característica que com certeza deve aumentar muito a produtividade de quem usa o sistema operacional.

4. Hardware versátil

Uma das principais vantagens do Windows 8 é que, ao contrário do que aconteceu com o lançamento do Vista, a Microsoft desenvolveu o produto pensando nos hardwares facilmente encontrados entre os consumidores. Dessa forma, caso você já possua o Windows 7 instalado na máquina, não terá qualquer problema em fazer a transição para o novo produto.

Além disso, o sistema operacional está pronto para trabalhar com uma grande variedade de tablets — entre as empresas interessadas estão a HP, Lenovo e a Samsung. O software também se destaca pelo apoio maciço à arquitetura ARM, que apresenta grande desempenho sem consumir uma quantidade excessiva de energia.

5. Suporte a mouse e teclado

Quando foi anunciado que a nova versão do sistema operacional da Microsoft teria foco nos dispositivos portáteis, muita gente se assustou. Felizmente, a versão Consumer Preview mostrou que, se a combinação de mouse e teclado não é mais recomendada, ao menos não apresenta um grande obstáculo para usar o produto.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Quem já está acostumado a trabalhar com o Windows 7 não terá grandes problemas em se adaptar às novas funções disponíveis, especialmente quando o modo Desktop está sendo utilizado. Claro, a etapa de adaptação pode ser mais comprida para alguns, mas bastam alguns testes para perceber que o Windows 8 não é exatamente um mistério.

6. Conexão com a nuvem

Uma das principais vantagens da versão Consumer Preview é que você pode manter as mesmas configurações básicas em todos os computadores nos quais ela está instalada. Basta fazer o login com sua Microsoft Account (a antiga conta do Windows Live) para obter automaticamente toda a sua lista de contatos e compromissos agendados no aplicativo de calendário.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Essa integração também se mostra bastante útil na hora de utilizar alguns dos aplicativos feitos pela Microsoft. Exemplo disso é o sistema de chat por texto, que não exige qualquer informação adicional para permitir que você converse com seus amigos do Windows Live Messenger. Da mesma forma, a integração com a Xbox LIVE torna possível verificar sua lista de jogos com grande facilidade.

7. Windows Store

Lojas de aplicativos exclusivas para um determinado sistema não são exatamente uma novidade, como bem provam a iTunes Store e o Android Marketplace. Nesse sentido, a Windows Store se destaca por, mesmo em uma versão de testes, já trazer aplicativos de grande qualidade e com um visual caprichado.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Encontrar novos jogos, programas de música e até mesmo livros de culinária virtuais se mostra uma tarefa bastante confortável (mesmo que com uma ou outra limitação ainda não resolvida). Caso a Microsoft consiga manter o mesmo nível de excelência no software final, tudo indica que a loja de aplicativos será muito interessante tanto para os desenvolvedores quanto para os consumidores comuns.

8. Melhorias no Desktop

Mesmo sendo voltado para interfaces de toque, o modo Desktop do Windows 8 não foi deixado de lado pela Microsoft. Prova disso é a incorporação da interface Ribbon, que possibilita realizar, com uma facilidade muito maior, uma grande variedade de ações. Outro exemplo é o gerenciador de transferências que, além de mais rápido, agora permite acompanhar com mais precisão quanto tempo falta para o processo terminar.

Cupons de desconto TecMundo: