O período de lançamento de novos softwares é marcado por eventualidades – atrasos e lentidão nos processos de instalação, bem como erros de execução dos sistemas, são problemas comuns que os programas recém-chegados apresentam.

Além disso, os servidores responsáveis por liberar as atualizações passam por verdadeiras provas de fogo – a internet quase “quebrou” durante os primeiros momentos de vida do Windows 10, você se lembra?

Mas como, afinal, as grandes empresas driblam esses entraves? A Microsoft, sempre que lança uma versão atualizada do Windows, permite que o download de updates seja feito a partir dos computadores de outros usuários. O processo desafoga os servidores da gigante, é verdade, mas pode comprometer a sua conexão.

Esse método de distribuição é usado, agora, por uma série de outros serviços, como os de torrent, por exemplo. Neste tutorial, você vai aprender a desativar a busca por atualizações por meio de mais locais, o que vai desabilitar seu computador a receber e fornecer dados do Windows via peer-to-peer (P2P).

Desative os updates por mais de um local

Em seu Windows 10, pesquise por “Verificar se há atualizações” através da caixa de pesquisas “Pesquisar na Web e no Windows”. Clique sobre a opção e, na aba aberta, encontre o campo “Windows Update”. Acesse as “Opções Avançadas” e abra a janela “Escolher como as atualizações serão obtidas”.

Atenção: antes de desabilitar essa função, avalie as condições impostas pelo serviço. Apesar de evitar que seu computador funcione como servidor alternativo a outros usuários, o cancelamento deste serviço pode causar lentidão para o download de atualizações da Microsoft.

Certifique-se, então, de alterar o status da chave para “Desativado”. Pronto! Deste modo, a função P2P passa a não mais funcionar.

Você notou lentidão durante o download de atualizações em seu Windows 10? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: