Não há como negar o sucesso do Windows 10 com o público em geral – afinal, a Microsoft simplesmente o disponibilizou, de graça, para uma quantidade massiva de pessoas. Mal o sistema operacional foi oficialmente lançado, no entanto, e já temos pessoas de má índole se aproveitando para ganhar dinheiro às custas dos mais incautos.

Os golpes, descobertos pelo grupo Cisco, utilizam métodos variados. Entre os mais comuns, porém, temos uma tática bem conhecida: o envio de um email falso, com o remetente update@microsoft.com, que vem com o aviso de que seu Windows 10 está pronto para ser instalado gratuitamente. Confira um exemplo da mensagem na imagem abaixo:

Tudo o que a pessoa precisa fazer para cair no golpe, por sua vez, é baixar um arquivo ZIP anexado, com o nome “Win10Installer”. Obviamente, o arquivo não se trata de um instalador, mas de um ransomware, o CTB-Locker; este, quando executado no PC, codifica todos os dados no sistema, dando à vítima um prazo máximo de 96 horas para fazer um pagamento e ter suas informações de volta.

Caso não faça o pagamento, porém, a chave de código que libera seus dados da criptografia é deletado e você vai permanecer com eles cifrados (ou seja, inacessíveis) para sempre.

Evitando cair no golpe

Para muitos, a tática pode parecer fácil de ser notada. Mas não é preciso dizer que, com a combinação do endereço de email da Microsoft e o próprio lançamento em massa do sistema operacional, a tática está funcionando, principalmente com os desavisados sobre segurança na internet.

Assim, a dica é tomar cuidado ao máximo com seus emails, arquivos anexos e possíveis aplicativos ativadores vindos com essas mensagens. Até porque a oferta do Windows 10 está chegando ao público através de um aplicativo de upgrade que você provavelmente já instalou entre as atualizações trazidas pela Microsoft, então é só esperar que o aviso chegue pelo ícone de sua Barra de ferramentas.

Algumas questões pra se pensar sobre a segurança do seu s.o.: Confira no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: