Faltando apenas duas semanas para o lançamento da nova edição do sistema operacional mais popular do mundo, a Microsoft definiu a Build 10240 como a versão que deve ser manufaturada. Ela vai aparecer nos novos PCs que sairão de fábrica com o Windows 10 a partir do dia 29 de julho.

Dispositivos portando o Windows 10 nessa versão RTM (“release to manufacturing”, ou “versão para fabricação”) devem aparecer nas semanas seguintes ao seu lançamento oficial. Não há nada de novo ou muito diferente nela, apenas o conserto de alguns bugs e melhorias na performance. Segundo a Microsoft, nessa edição, teremos o Edge – novo navegador da empresa –, muito mais veloz.

Primeiros beneficiados

Participantes do programa Windows Insider já podem procurar a atualização que colocará essa Build em suas máquinas e testar a versão “final”. De acordo com uma nova campanha de marketing da Microsoft, terão prioridade também as pessoas que já reservaram previamente o sistema por meio do Windows 8.1.

Dispositivos portando o Windows 10 nessa versão RTM devem aparecer nas semanas seguintes ao seu lançamento oficial.

O significado do número da Build faz jus ao costume da Microsoft de sempre usar valores que simbolizam algo como identificação da versão final de seus sistemas operacionais. No caso do Windows 10, se levarmos em conta que 10240 KB são equivalentes a 10 MB, percebemos que os desenvolvedores quiseram insistir na referência ao 10. Veja algumas outras contas com o registro 10240 que remetem sempre ao chamado “número perfeito”.

  • 10240 quilobytes = 10 megabytes (quilo aqui é equivalente a 1024)
  • 210 x 10 = 10240
  • 1024 é representado em números binários como 10000000000
  • 10240 é representado em números binários como 10100000000000
  • 10240 bits = 10 kibibits
  • 10240 bytes = 10 kibibytes

Você pretende migrar para o Windows 10? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: