Introduzido pela Microsoft em 2014, o programa Windows Insider surgiu como uma forma de usuários poderem acompanhar o processo de desenvolvimento do Windows 10. Aparentemente, a ideia se mostrou uma solução bastante popular: durante a conferência Build 2015, a empresa anunciou que o sistema já possui 3,7 milhões de assinantes.

O número de usuários registrados no sistema continua a crescer conforme o lançamento oficial do novo sistema operacional da empresa se aproxima. Em janeiro deste ano, a companhia havia revelado que 2,2 milhões de pessoas estavam usando a solução — o que mostra que há um incremento frequente conforme novas builds estáveis são lançadas.

A Microsoft afirma que não vai desistir do Windows Insider após o Windows 10 chegar oficialmente às lojas. Além de servir como uma forma de lançar novos recursos para a plataforma, o serviço deve ser expandido para abranger novos produtos e outros softwares criados pela companhia.

Cupons de desconto TecMundo: