Ontem, a Microsoft deixou todo mundo surpreso com o anúncio de que mesmo PCs rodando cópias piratas do Windows poderão fazer a atualização gratuitamente para o Windows 10. Inicialmente, isso valeria apenas para a China, mas depois foi revelado que o mesmo acontecerá no mundo inteiro. Agora, em um anúncio oficial, a Microsoft disse que existe um “porém” nessa história toda.

Basicamente, todo mundo que tem um PC rodando o Windows 7 ou 8.1 (pirata ou original) poderá fazer o upgrade para o Windows 10 sem maiores problemas. Contudo, isso não quer dizer que o sistema operacional desses computadores será licenciado automaticamente. É realmente uma história confusa, mas é isso mesmo o que deve acontecer: a Microsoft vai liberar o SO para todos, mas isso não vai milagrosamente transformar cópias piratas em originais.

Uma plataforma mais coesa

Essa decisão complicada da Microsoft parece ser um esforço para trazer a maior quantidade possível de usuários para uma plataforma mais nova. Com isso, a empresa poderá deixar para trás o suporte para sistemas velhos e focar todos os seus esforços na última versão do Windows.

Até o momento, não se sabe o que pode acontecer com computadores com sistemas piratas que forem atualizados para o Windows 10. É possível que uma mensagem de erro apareça na tela o tempo todo dizendo que o sistema não está licenciado, mas é possível que a companhia não dê muita bola para isso e deixe esses computadores funcionando de forma apenas limitada. Também é possível que nada aconteça.

Em resumo, é bom ficar de olho nessa nova empreitada da Microsoft em busca de uma plataforma mais unificada. Esse esclarecimento oficial foi dado ao site Polygon, e o Windows 10 final deve ser lançado até o fim deste ano junto com o Office 2016. Fique ligado no TecMundo para mais informações.

Cupons de desconto TecMundo: