O Windows 10 para smartphones foi lançado há algumas semanas, e alguns já tiveram a oportunidade de testar essa atualização do sistema operacional da Microsoft. Nessa nova fase, o objetivo da companhia é unir todas as plataformas em torno de um único SO, criando uma experiência unificada entre todos os dispositivos equipados com o Windows 10.

A versão para desktops já foi testada pelo TecMundo, e agora chegou a vez dos smartphones. Como será que o Windows 10 se comportou no universo mobile? Será que a companhia vai conseguir acabar com a “má fama” que o Windows Phone deixou para os consumidores?

Primeiras impressões do Windows 10 para smartphones.

Desempenho

Em nossos testes utilizamos um Lumia 630, um smartphone intermediário e um dos únicos aparelhos elegíveis para receber o Windows 10 (ao menos por enquanto). Juntamente com ele, também usamos um Lumia 1020 que ainda está equipado com o Windows Phone 8.1.

Por causa da diferença de hardware entre os modelos, uma comparação entre os sistemas seria injusta. Porém, testando o Lumia 630 individualmente, concluímos que a sua experiência de uso foi bastante satisfatória.

Windows 10 (Lumia 630) vs. Windows Phone 8.1 (Lumia 1020)

Com apenas 512 megabytes de memória RAM, o aparelho conseguiu rodar com tranquilidade o Windows 10, executando com fluidez a transição entre janelas, a abertura de aplicativos e alguns jogos compatíveis com esse modelo.

O ocorrido comprova que a atualização do SO da Microsoft consegue gerenciar muito bem os recursos dos aparelhos, dando conta de se executar com qualidade mesmo em dispositivos mais modestos.

Windows 10 para smartphones.

Interface

A interface do sistema mudou pouco em relação à versão Windows Phone 8.1. A alteração mais perceptível fica por conta da imagem de fundo, que agora passa a ser estática e não aparece nos espaços vazios mostrados pelas Live Tiles.

Os bloquinhos do Windows Phone também ganharam uma aparência mais translúcida, mas mantendo algumas opções com uma cor sólida. Algumas delas, inclusive, também podem ser ajustadas para tamanhos diferentes do tradicional.

Algumas tiles possuem maior variedade de tamanhos.

A lista de aplicativos praticamente não mudou, com exceção de um pequeno aviso de novos apps que são instalados. A barra de notificações deu uma encorpada, passando a exibir mais opções, mas com a mesma quantidade de botões configuráveis. Uma das adições aqui é a possibilidade de interagir com as notificações, respondendo mensagens ou dispensando alarmes, por exemplo.

No menu de configurações, a Microsoft simplificou a navegação tornando mais fácil fazer uma busca entre as opções. Mudanças visuais mais sensíveis também foram implementadas no discador, na calculadora, na Cortana e em outros apps do sistema.

Cortana

Falando nela, a Cortana também está presente no Windows 10 para smartphones, mas com as mesmas limitações do desktop. Ela só funciona se ajustarmos o aparelho para usar as configurações dos Estados Unidos, um empecilho que deve ser eliminado com o tempo. Os mesmos truques da Cortana nos PCs podem ser visualizados aqui.

Cortana no Windows 10 para smartphones.

Aplicativos novos

Além das sensíveis mudanças em alguns apps do sistema, vale a pena ressaltar a presença de um novo gerenciador de arquivos e um aplicativo para fotos. Programas proprietários e que já estão instalados no sistema, como o Skype e o Office, ainda apresentam exatamente a mesma aparência nessa versão do Windows 10.

.....

Quem estava esperando uma mudança completa do sistema com a chegada do Windows 10 pode se decepcionar um pouco. Porém, as alterações foram significativas e representam os passos da Microsoft em direção à unificação das plataformas.

Sempre é bom lembrar que essa ainda é uma versão de testes, podendo ser bem diferente de como o Windows 10 para smartphones realmente vai se parecer em sua versão final. Alguns bugs foram detectados, mas eles provavelmente serão corrigidos em versões futuras. Gostou do que viu? Achou feio, bonito ou estranho? Compartilhe com a gente!

Cupons de desconto TecMundo: