Os amantes do Windows provavelmente vão entender a seguinte frase: o Windows 10 não será a versão 6.4. Para aqueles que não entenderam, nós explicamos. O sistema operacional da Microsoft sempre teve um número acompanhando o seu nome principal. O Windows 7, por exemplo, também era chamado de versão 6.1. Já o Windows 8 e 8.1 era denominados versão 6.2 e 6.3, respectivamente.

Esse número faz referência ao kernel do sistema operacional, um termo cujo significado se aproxima ao que é o centro que reúne todas as características do programa. Com o anúncio do Windows 10, muitas pessoas estavam esperando o 6.4, o que, de fato, não vai acontecer. Para facilitar as coisas, a Microsoft decidiu optar por chamar essa versão de 10.0 e abandonar a confusão que esses números poderiam causar.

Por que a Microsoft fez isso?

Desde que anunciou a última versão do seu sistema operacional, a Microsoft defende que o Windows 10 trará uma grande evolução em relação aos seus antecessores. As mudanças, obviamente, não estariam apenas no visual, mas no próprio “interior do SO” (o que chamamos de kernel). Por conta disso, a companhia decidiu por abandonar a nomenclatura que estava vigente e adotar um novo padrão para nomear seu sistema.

Reforçando essa possibilidade, um site chinês publicou uma captura do que parece ser uma das versões finais do Windows 10. A imagem, que você confere logo abaixo, mostra o novo número de kernel que passará a estar vigente nessa versão do sistema operacional.

O que isso muda para o usuário final?

Em última instância, essa alteração não afetará em nada a vida do usuário final. Essa mudança, no entanto, foi importante para que a Microsoft pudesse trabalhar com um novo padrão e abandonasse um esquema de compatibilidade que já está vigente há anos na linha de evolução do sistema operacional.

A adoção desse novo nome para o kernel também é uma medida para favorecer a unificação da plataforma em torno de um único sistema – o OneCore. Esse termo é o nome dado àquele kernel que vai unificar todas as versões do Windows disponíveis no mercado. Portanto, não há com o que se preocupar. Para nós, usuários convencionais, essa mudança não causará grande impacto, cabendo apenas aos desenvolvedores a necessidade de se adaptar a esse novo padrão.

Cupons de desconto TecMundo: