A meta agora, segundo a própria Microsoft, é chegar nessa marca apenas em 2019

Após ter atingido a marca de 400 milhões de usuários em todo o mundo no último mês de setembro, o Windows 10 agora já funciona em mais de meio bilhão de dispositivos, um marco histórico para a Microsoft.

Porém, a quantidade ainda está bem distante de 1 bilhão, número que a empresa tentava atingir até julho de 2018, quando o sistema operacional vai completar três anos de existência. A meta agora, segundo a própria Microsoft, é chegar nessa marca apenas em 2019, sem muita pressão.

Imagem exibida na Build 2017 mostra a quantidade de dispositivos com Windows 10

De graça? Mas é claro!

O grande trunfo na manga da Microsoft foi oferecer o upgrade gratuito para usuários do Windows 7, 8.1 e RT. Assim, todos os computadores que funcionavam com esses sistemas operacionais já automaticamente puderam usar o Windows 10 assim que ele foi lançado. Porém, com todos os dispositivos já atualizados, a taxa de crescimento no número de usuários do SO é bem mais baixa atualmente.

A ideia é obter sucesso onde o Windows Phone falhou

A busca da Microsoft em aumentar a Windows Store certamente vai usar como arma esse crescimento acelerado. A ideia é obter sucesso onde o Windows Phone falhou: conseguir que desenvolvedores criem versões de seus programas como aplicativos para o Windows 10, um dos principais focos da Build 2017.

Windows 10 em várias plataformas

Tudo isso, deixa a Microsoft em cheque para levar o Windows 10 para outras plataformas, afinal, a estratégia mobile da empresa tem que ser colocada em prática o quanto antes caso queira ter sucesso (e não há chances sobrando para isso).

Além disso, tudo colabora para vender a ideia de plataforma universal do Windows 10 – desde a quantidade imensa de dispositivos com o sistema operacional até sua interoperabilidade.

Cupons de desconto TecMundo: