A Microsoft acaba de anunciar o nome da próxima grande atualização do Windows 10: “Creators Update”. Até então, rumores sobre a liberação desse pacote o identificavam como “Redstone 2”. A novidade vai trazer uma série de funções para o sistema, todas direcionadas a atividades criativas.

Foi possível perceber que a Microsoft focou bastante em “criadores de conteúdo”, mas ficou evidente também que o interesse não é somente no "profissional de verdade". A maior parte das novidades na Creators Update podem ser manejadas de forma intuitiva por qualquer usuário, do mais amador até o mais especialista.

3D

Ao que parece, o novo Paint 3D pode ser um dos principais pilares dessa atualização, que torna a modelagem 3D algo muito palpável. É possível inserir imagens 2D, remover fundos com apenas um toque, colocar emojis tridimensionais e importar objetos prontos de uma biblioteca colaborativa em poucos instantes para criar algo interessante. A Microsoft demonstrou isso em um Surface Pro 4, e tudo pareceu muito fluido. No fim, foi possível compartilhar uma “memória 3D” no Facebook.  

Se nós queremos oferecer criação 3D para todo mundo, ela tem que ser tão fácil quanto tirar uma foto

“Se nós queremos oferecer criação 3D para todo mundo, ela tem que ser tão fácil quanto tirar uma foto”, disse Meghan Saunders, da Microsoft, durante o evento. Todos os modelos tridimensionais criados com o Paint podem ser observados no HoloLens, oferecendo inclusive alguma interação.

Modelos 3D também foram incorporados em apps do Office, como o PowerPoint. Foi possível criar apresentações muito mais imersivas com isso. Em uma demonstração durante a conferência, Saunders fez um conteúdo muito similar ao que vemos no Prezi, por exemplo.

A empresa também conseguiu escanear e transformar elementos reais em objetos tridimensionais com um smartphone Windows 10 da HP. O navegador Edge também abraçou o 3D.

Realidade Virtual

A empresa também pegou um tempo da apresentação para demonstrar algumas funcionalidades do HoloLens com essa Creators Update.  Isso incluiu novidades em realidade aumentada e virtual, com Taj Reid — do time do HoloLens — exibindo a manipulação de elementos tridimensionais criados no Paint e vindos do Remix3D.

Em seguida, vimos uma central de realidade virtual na qual Reid conseguia acompanhar uma partida de futebol de um lado, uma bela paisagem no centro e uma estante com os apps compatíveis com o HoloLens, incluindo Skype e o visualizado de vídeos do Windows, no outro. Essa central é inclusive muito similar ao que vimos na Daydream Home da Google.

Várias parceiras de hardware vão fabricar visualizadores similares ao HoloLens

Por fim, a Microsoft comentou que várias parceiras de hardware vão fabricar visualizadores similares ao HoloLens, incluindo HP, Dell, Lenovo, Asus e Acer. Os preços devem começar na faixa dos US$ 300, mas não há maiores informações sobre disponibilidade e detalhes acerca do hardware.

Vale lembrar que HoloLens da Microsoft é um computador autônomo, que não precisa ser conectado a outro dispositivo para funcionar. Resta saber se esses modelos das fabricantes parceiras seguirão a mesma linha.

Mais fácil de conversar com pessoas

Durante o evento, a empresa disse ter percebido que as pessoas com as quais nós mais nos comunicados estão ficando eclipsadas pela quantidade de contatos que temos na agenda e pela forma como os apps geralmente lidam com isso. Portanto, foi decidido criar um espaço especial para alguns poucos contatos direto na Barra de tarefas do Windows 10, próxima do relógio.

Cada contato mostrado ali terá sua foto em forma circular, a qual será também um botão para acessar uma janelinha popup. Esse elemento vai concentrar o Skype, o Mail e todos os outros apps de comunicação que você usa para conversar com o indivíduo em questão. Dá para arrastar documentos e arquivos de qualquer lugar direto para o rosto dessas pessoas e, em seguida, escolher o meio para fazer o envio.

Haverá também integração com smartphones Android, para que você possa responder mensagens pelo computador, entre outras atividades do gênero.

Gamers

Foram mostradas ainda várias pequenas novidades para o app do Xbox no Windows, sendo a mais interessante a função de transmissão de gameplays para a web de forma facilitada. Só é preciso usar o Beam para isso e dar um comando de teclado para começar uma transmissão ao vivo.

Transmissão de gameplays que oferece baixa latência e mais opções de interação entre espectadores e jogador

Se você não conhece ou nunca ouviu falar do Beam, trata-se de um serviço para transmissão de gameplays que oferece baixa latência e mais opções de interação entre espectadores e jogador. O vídeo chega às pessoas que estão assistindo praticamente em tempo real, e elas podem comentar sobre o que você está fazendo no game, dar sugestões ou mandar avisos com áudio sobre alguma coisa.

Basicamente, o Beam elimina aquele lag entre tempo de transmissão e resposta a comentários. A Microsoft comprou esse serviço no início do ano, e agora está o integrando ao Windows 10.

Mais

Há ainda uma série de outras melhorias na Creators Update que inclui atualizações no Windows Defender e no sistema de compartilhamento do SO como um todo. Basicamente, o Windows 10 vai passar uma sensação de estar mais moderno, próximo do que experimentamos hoje em plataformas como o Android, focados em comunicação com pessoas e compartilhamento.

Windows 10 vai passar uma sensação de estar mais moderno, próximo do que experimentamos hoje em plataformas como o Android

É possível também esperar um bocado de melhorias no Office e mais integração dos apps dessa suíte com as novidades relacionadas ao mundo 3D. O PowerPoint deve ser o primeiro a se aproveitar de tudo isso, o que pode dar um novo fôlego para o tradicional criador de apresentações que tem ficado para trás em funcionalidade frente a seus concorrentes.

A Microsoft explicou que o Creators Update estará disponível para o usuário final no início de 2017 e será uma atualização gratuita, como todos os outros pacotes liberados para o sistema até o momento.

Cupons de desconto TecMundo: