Imagem de: Lixeiras serão transformadas em pontos de acesso grátis à internet nos EUA

Lixeiras serão transformadas em pontos de acesso grátis à internet nos EUA

1 min de leitura
Avatar do autor

Já pensou poder estacionar ao lado de uma lixeira e ter acesso gratuito à internet? Pois a Bigbelly, empresa de coleta de lixo de Nova York, EUA, sim. A companhia não só idealizou o projeto como já entrou com pedido para a criação dos pontos de acesso junto da prefeitura da cidade. As conexões pdoerão chegar à velocidade máxima de 75 Mbps; os hotspots serão bancados pela receita gerada por publicidade.

Mas nem tudo são flores. É que empresas de telecomunicação e provedores de serviços de internet que não oferecem acesso gratuito à web podem truncar a viabilização da empreitada. De todo o modo, e segundo Leila Dillion, vice-presidente de marketing da Bigbelly, esforços para a disponibilização do WiFi estão sendo feitos.

“Cooperamos com empresas de telefonia e queremos trabalhar com quem está disposto a cooperar conosco para termos uma melhor cobertura”, disse Leila, como informa o Computer World (via The Guardian). Projetos que transformam instalações públicas da cidade norte-americana em hotspots datam de 2014: até o final deste ano, cabines telefônicas antigas serão transformadas em pontos de acesso grátis à internet com suporte, ainda, a tomadas para a recarga de dispositivos móveis.

Soluções inteligentes dedicadas à agitação das grandes cidades são marca da Bigbelly: suas lixeiras contam com compactadores movidos a energia solar e possuem um sistema de alerta aos coletores quando operam a 85% de sua capacidade total de armazenamento.

Quais outras instalações públicas poderiam resultar em bons hotspots? Comente no Fórum do TecMundo

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Lixeiras serão transformadas em pontos de acesso grátis à internet nos EUA