O WhatsApp é o mensageiro mais popular do mundo na atualidade e conta com mais de 600 milhões de usuários pelo globo. Seria estranho se o app não estivesse metido no meio de alguma confusão por ai. Um processo que corre no Tribunal de Justiça de Santa Catarina prova que confusões relacionadas ao mensageiro não são tão incomuns quanto poderíamos imaginar.

Uma mulher moveu uma ação nesse tribunal para forçar o marido a mostrar as mensagens que tem trocado com várias pessoas em seu smartphone. O responsável pelo caso é o juiz Alexandre Morais da Rosa, da 4ª vara criminal do TJSC.

O caso é um tanto curioso, mas não se trata de uma picuinha qualquer da esposa para com o marido. De acordo com o juiz, “houve uma discussão com agressões por parte do marido, porque a mulher queria saber com quem ele estava falando nas mensagens do celular”. Não há mais detalhes acerca do caso porque ele corre em segredo de justiça no tribunal.

Acerca do WhatsApp, vale ressaltar ainda que, de acordo com a Associação Italiana de Advogados Matrimoniais, o app é citado em 40% dos processos de divórcio e adultério na Itália. Não há números como esse sobre o Brasil, mas, dada a popularidade do app por aqui, é possível imaginar que a ferramenta também esteja no meio de vários processos desse tipo por aqui também.

Cupons de desconto TecMundo: