No dia 28 de maio de 2009 a Microsoft mostrou ao mundo que, mesmo atrasada, vai entrar com tudo na briga por usuários com uma nova ferramenta para a web. O buscador Bing é a nova aposta da empresa de Bill Gates e terá seu lançamento oficial em todo o planeta no dia 3 de junho de 2009. Depois de perder muito terreno para a Google e seu enorme leque de serviços online, parece que a empresa de Gates decidiu deixar a preguiça de lado e mirar as nuvens, já que a tendência é esta, nada mais correto do que a Microsoft jogar as regras do jogo e chegar falando grosso no ramo das buscas.

Logo Bing

Algumas tentativas frustradas como o Office Online e o próprio Windows Live Search, morreram na praia, tendo em vista que o Google Docs, Zoho e o próprio buscador Google fizeram os planos da Microsoft irem por água abaixo.  Agora a empresa tenta ressurgir das cinzas e apresenta um buscador que dará trabalho ao Google.

Apenas mais um?

Para quem acha que o Bing é apenas “mais um que veio derrubar o Google”, assim como o Cuil que fez um enorme barulho, mas hoje quase ninguém se lembra de sua existência, vale lembrar que estamos falando de um combate entre Google X Microsoft, portanto uma briga de titãs.

Quem não é visto, não é lembrado

Além dos investimentos em novas ferramentas e tecnologias, a Microsoft investiu pesado em marketing para chamar a atenção do maior número possível de novos usuários. Nada menos do que US$ 100 milhões foram gastos com propaganda e publicidade. Quem usa o Hotmail, por exemplo, já pode realizar buscas com a nova ferramenta e deixar o Windows Live Search de lado.

Pesquisa Hotmail

Quem usa o complemento para pesquisas rápida no Firefox, também já pode escolher o Bing como buscador, ao lado do Google, Wikipédia, Yahoo e outros serviços. O curioso é que parece que a Bing no FirefoxMicrosoft se esqueceu do seu próprio navegador, já que na última versão do Internet Explorer ainda não é possível contar com o Bing. 

Apelo visual

Quem tem o Google como sinônimo de buscas vai estranhar a grande quantidade de cores, principalmente na página inicial do Bing, já que o Google sempre teve um visual mais clean.

Ao acessar o Bing já é possível se deparar sempre com uma fotografia muito bonita e colorida e, o mais interessante, ao passar o mouse sobre alguns pontos, é possível saber um pouco mais sobre o lugar em que ele foi tirada.

Novidades que chamam a atenção

Há algumas semanas você pôde conferir um artigo aqui no Baixaki mostrando as novas funcionalidades do Google e algumas novidades para acompanhar a evolução e complexidade das buscas. As principais funcionalidades do Google eram ferramentas mais eficientes e participativas para refinar as buscas e oferecer mais do que apenas um apanhado de links.

Pesquisa com imagens no BingPesquisa com imagens no Google











 

A principal diferença do Google para o Bing é que o buscador da Microsoft oferece refinadores de buscas em todas as modalidades, ou seja, é possível refinar buscas nas imagens e vídeos ao optar por procurar por figuras apenas de rosto, vídeos em widescreen, fotografias em preto e branco ou vídeos em alta ou baixa resolução.
 
Outro ponto interessante é que os vídeos começam a ser reproduzidos assim que você coloca o ponteiro do mouse sobre ele, desta forma não é necessário abrir outra janela para conferir o conteúdo da gravação.

Pesquisa em vídeos no BingPesquisa vídeos no Google

 

 

 

 

 

 

 

 

Iguais nas diferenças

Definitivamente o padrão de layout para buscadores foi consolidado pelo Google, já que o Yahoo! e o Bing oferecem interfaces praticamente idênticas quando se fala em ferramentas extras de busca, como vídeos, imagens, notícias, compras e mais.

Muito mais!

Mesmo com interfaces semelhantes, Bing se destaca por trazer muito mais inteligência e resultados alternativos aos seus usuários. Em cada área de busca é possível encontrar diversas possibilidades de resultados, principalmente se você procurar por lugares. No caso de uma busca com a palavra Brasil, por exemplo, na área de pesquisas na web é possível encontrar desde notícias, hotéis, imagens, mapas e até empregos.

Se você fizer uma pesquisa em shopping, pode conferir diversos produtos que contenham as palavras da busca, ler resenhas e avaliações sobre cada artigo, consultar sites onde os preços são mais atraentes e muito mais.

Com todas as possibilidades, definitivamente a Microsoft não está para brincadeira. Para você conhecer todo o potencial do novo buscador, confira o vídeo a seguir e tire suas próprias conclusões.

 

 

Esqueceram do

Mesmo com todas as maravilhas e novidades apresentadas pela equipe da Microsoft em seu novo buscador, parece que grandes empresas ainda não perceberam que a Internet é uma Rede Mundial de Computadores e, mais uma vez, o Brasil terá de esperar para poder contar com todas as ferramentas do Bing.

Assim como o Google ainda não disponibilizou a área “Show options” no Brasil, a Microsoft – pelo menos até o lançamento oficial do serviço – não permite buscas na área de compras, vídeos, passagens aéreas, saúde, mapas, viagens e XRank, por exemplo, quando se usa o serviço com o idioma em português.

Ele não é apenas mais um

Mesmo com o “esquecimento” do Brasil e outros países, é inegável o poder de fogo do Bing. A qualidade das buscas, o leque de possibilidades de respostas e fermentas para refinar resultados que impressionam, faz do buscador da Microsoft um ótimo exemplo de príncipe encantado que, com um ótimo trabalho, pode acordar a bela adormecida da Internet e fazê-la bater de frente com o gigante dos serviços online.

E você usuário? O que acha da chegada do Bing? Será que ele vai ser o primeiro a incomodar o Google? Qual o limite da disputa no mercado dos buscadores? Você pretende trocar o sólido Google pelo novato Bing?

Deixe sua opinião ou comentário e continue acompanhando a chegada do Bing e os artigos do Baixaki, é claro!

Cupons de desconto TecMundo: