Durante a CES deste ano, a ODG anunciou que planeja lançar seus modelos da sexta geração de óculos inteligentes para consumidores comuns. A empresa passou os últimos seis anos fazendo itens apenas para clientes da área militar e da indústria.

O wearable voltado para os consumidores é alimentado por um processador Snapdragon 805 e usará o Android Lollipop como sistema operacional. Diferente do Google Glass, o processador, o armazenamento e a câmera de 5 MP ficam na frente, e não nas hastes dos óculos — essas partes foram reservadas para as baterias. As lentes são duas telas de 720p que funcionam em conjunto para dar aquele efeito de 3D estereoscópico.

Mesmo rodando com Android, a ODG desenvolveu seu próprio software para se adaptar ao sistema operacional da Google chamado “Reticle OS”. A interface é reduzida, mostrando em uma única linha seus aplicativos favoritos na tela inicial seguidos de uma pasta com o resto de seus apps.

O aparelho vem com um pequeno teclado Bluetooth que lembra muito o dos aparelhos BlackBerry e um anel com um pequeno controle que permite que o usuário mova os cursores. A pretensão da empresa é de lançar o gadget por menos de US$ 1.000, pouco mais de R$ 2.600. 

Cupons de desconto TecMundo: