Imagem de Monster Rancher DS
Imagem de Monster Rancher DS

Monster Rancher DS

Nota do Voxel
55

Estes monstros são feios, descontrolados e repetitivos

Competir com Pokémon, no próprio DS, não é fácil. Superá-lo, então, é uma tarefa hercúlea. Mesmo assim, a franquia Monster Rancher, da Tecmo, possui uma quantidade razoável de fãs, especialmente graças aos games para os dois primeiros PlayStation. Agora, dois anos depois do lançamento inicial do Japão, os monstros chegam aos portáteis ocidentais da Nintendo.

A demora não é de todo incompreensível — afinal de contas, o jogo possui, de fato, um humor e um estilo bastante japoneses. Adaptá-lo às audiências deste lado do globo (especialmente àquelas que possuem um Nintendo DS) era algo que precisava ser feito. Ainda assim, Monster Rancher DS é um título moldado especificamente para os fãs da série, e não para novatos.

Img_original

O conceito básico do game é o de que o jogador controla um personagem (que não aparece na tela) cuja função é criar monstros em um rancho. O objetivo é simples: usá-los em combate para derrotar outros monstros, em uma espécie de duelo de gladiadores — uma forma de competição e diversão para os habitantes da cidade.

Diferentemente de Pokémon, no entanto, não existe um ímpeto marcante para coletar todos os bichos existentes. Embora isso possa ser feito por meio da anotação das características de cada monstro encontrado em uma enciclopédia, o jogador está limitado ao treinamento de uma criatura por vez — a alternância se dá quando ele fica velho e é descartado ou reaproveitado.

Tal reaproveitamento é feito através de um sistema de combinação de monstros: o jogador armazena a criatura que possui, adquire uma outra e, em seguida, as combina em um laboratório para criar um terceiro bicho com características mistas — determinadas pelas categorias de personagem que seus progenitores possuíam.

Monster Rancher DS foi, sem dúvida alguma, feito para fãs da franquia. Quem já gosta da experiência, por qualquer que seja a razão, conseguirá encontrar alguns elementos interessantes e poderá se divertir combinando criaturas.

No entanto, novos jogadores têm muito pouco à disposição para considerarem um mergulho de cabeça na franquia — ou mesmo neste game específico. Não vimos nada demais no título que outros não ofereçam de forma mais interessante. Não nos divertimos ao repetir pela quadragésima sétima vez a mesma tarefa e observar a mesma reação do monstro. Não nos divertimos ao perder nosso progresso por falta de um sistema automático de gravação.

Em suma, Monster Rancher DS é um game bastante medíocre. Não existe razão para investir o dinheiro — e nem mesmo a quantidade de tempo necessária, já que o jogo consome bastante disso — em algo tão superficial e repetitivo quanto este título. Existem outras opções muito melhores no mercado para quem quer uma experiência desse gênero.