Imagem de Epic Mickey 2: The Power of Two
Imagem de Epic Mickey 2: The Power of Two

Epic Mickey 2: The Power of Two

Nota do Voxel
60

Poder em dobro ou pela metade?

Em Power of Two, a Junction Point Studios traz a continuação de Epic Mickey, sucesso lançado originalmente em 2010 exclusivamente para o Nintendo Wii. No novo game, Mickey é chamado novamente à terra de Wasteland. Feitas as pazes com Oswald, os dois precisam resolver uma ameaça desconhecida q ue está acabando com a região.Ao mesmo tempo, o Cientista Maluco (grande vilão do primeiro game) tenta se redimir com os heróis e oferece a sua ajuda para proteger Wasteland. Será que é possível oferecer uma segunda chance ao vilão ou é preciso desconfiar de sua atitude?

Recheada de mistérios, a aventura também marca a chegada da série ao PlayStation 3 e ao Xbox 360, consoles nos quais é possível visualizar os gráficos do game em alta resolução, além de utilizar um esquema de controles adaptado aos seus joysticks (quem prefere a experiência clássica do Nintendo Wii pode utilizar o PlayStation Move de maneira semelhante, no entanto). Como será que Mickey e Oswald se saem em sua nova empreitada?

Quando Epic Mickey 2 foi anunciado, criou-se muita expectativa em relação ao game justamente pela qualidade do primeiro jogo. No entanto, a Junction Point parece ter tentado adicionar tantas novidades ao game que a sua essência se perdeu.

Enquanto a utilização do universo Disney continua primorosa e irá encantar os fãs do estúdio, a inserção do modo cooperativo se deu de maneira falha e irritante. Desse modo, quem tiver de jogar sozinho irá sofrer bastante com a forma como Oswald é mal aproveitado por uma inteligência artificial não tão inteligente assim.

Quem tiver o PlayStation Move e um amigo para acompanhá-lo durante a jornada, no entanto, pode ter uma experiência de jogo um pouco mais feliz do que o padrão. No entanto, alguns problemas como a repetição de algumas tarefas e a falta de clareza em alguns objetivos também podem estragar essa experiência. Uma verdadeira pena, devido a qualidade do primeiro jogo. Mickey e Oswald mereciam mais.