Stranger of Paradise: diretor promete ação e fanservice nas DLCs!

7 min de leitura
Imagem de: Stranger of Paradise: diretor promete ação e fanservice nas DLCs!
Imagem: Divulgação / Square Enix

Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin foi um dos jogos mais elogiados de 2022 aqui no Voxel até agora, e o que já era bom ficou ainda melhor com o lançamento da sua primeira expansão, Trials of the Dragon King! A convite da Square Enix, tivemos a honra de conversar exclusivamente com o seu co-diretor Daisuke Inoue e o produtor Jin Fujiwara. Confira a seguir como foi o nosso papo!

Eu amei o jogo original, e uma das minhas coisas favoritas foi a forma como a história gradualmente evoluiu do humor e memes para um drama mais sério e épico aos poucos. Podemos esperar o mesmo nível de capricho na narrativa ao longo da nova expansão? Como foi o seu processo criativo?

Daisuke Inoue: No que diz respeito à história, estamos reinterpretando partes do processo que não foram contadas no primeiro Final Fantasy e também vamos concluir partes que precisavam de um desfecho. Também ainda estamos planejando adicionar jobs únicos de Final Fantasy como fanservice, conteúdo que só poderia ser adicionado pela perspectiva de um vilão, além de personagens que ainda serão apresentados a vocês, então por favor aguarde ansiosamente por isso!

Quanto ao processo criativo, ainda que Stranger of Paradise Final Fantasy Origin incorpore vários temas de Final Fantasy, nós decidimos tentar adicionar algo que agradaria aos fãs ainda mais no conteúdo do Passe de Temporada, então levamos em conta elementos como as invocações, chefes, personagens e jobs familiares da série, e como resultado disso tudo escolhemos Bahamut e Gilgamesh.

Nessa reinterpretação nossa, tivemos alguns desafios no spin-off, como avaliar o tamanho do summon Bahamut. Ele deveria ser gigante ou não? Após debater isso, escolhemos o tamanho atual por considerá-lo mais interessante em um jogo de ação. No geral, tivemos muitas conversas com os membros do Team Ninja sobre como o projeto deveria se desenrolar sendo parte do gênero ação.

Jin Fujiwara: Muito obrigado por jogar! A partir da história contada ao longo de três missões adicionais, combinadas com os personagens que aparecem no jogo, podemos ter algumas novas surpresinhas que são diferentes daquelas da campanha principal. Não contaremos muito sobre isso aqui, mas por favor fique de olho e ansioso por isso quando for jogar as missões adicionais até o fim!

E para quem está chegando agora, supondo que você queira saltar logo para Trials of the Dragon King, é preciso jogar tudo antes? E qual é o seu plano narrativo para as expansões em geral? Elas vão funcionar isoladamente ou são todas parte de uma só narrativa maior?

Inoue: As histórias são geralmente independentes umas das outras, mas quando vistos como parte de um quadro maior, são sequenciais. Além disso, a história é uma reinterpretação das consequências da história principal de Stranger of Paradise Final Fantasy Origin, reinterpretando partes que não foram cobertas no jogo original, isso foi feito para ser experimentado depois que a campanha é completada. Então eu espero que você primeiro jogue a narrativa principal para entender as motivações do Jack.

Fujiwara: Você vai aproveitar muito mais as missões adicionais subsequentes se jogar a primeira missão adicional inicialmente, então a gente recomenda fazer isso, embora possa ser difícil esperar pelo lançamento da segunda expansão. Esperamos que você se divirta jogando e equipando os seus itens favoritos e aprimorando os seus jobs até lá!

Agora vocês estão adicionando novos jobs como Pilgrim, Evoker e Summoner. O que os torna especiais, por que vocês decidiram criá-los, e como eles se encaixam em diferentes estilos de jogo?

Inoue: Como mencionado anteriormente, nós definitivamente queríamos adicionar jobs familiares a Final Fantasy nas missões adicionais a fim de deleitar os fãs. Estávamos decididos a lançar o Bahamut para a história, então escolhemos o Summoner como um job associado a ele. Também decidimos preparar o Evoker como um tier mais baixo do Summoner.

Summoner e Evoker foram as primeiras ideias de jobs que nos vieram à mente, e o cajado então surgiu como a arma mais apropriada para essas formas de jogar. Em algum momento nós tivemos uma ideia boba de socar os inimigos com um livro nas mãos, como acontece em outros títulos da série, mas isso se mostrou bem desafiador na hora de resolver o problema de encontrar que tipo de estilo de luta seria coerente, então optamos pelo cajado de duas mãos mesmo.

No entanto, como você deve esperar de jogos da Koei Tecmo e Team Ninja, eles possuem uma grande experiência nesse tipo de armas especiais, então tão logo conversamos com eles sobre isso, foi muito fácil e rápido para eles chegarem no estágio atual da arma. Quanto às características do Pilgrim, é um job em que você precisa sacudir uma varinha por aí, mas no novo jogo não é tanto sobre mágica. Ao invés disso, ela pode ser esticada e retraída à vontade. Então ela mostra o seu verdadeiro poder em combates de curta e média distância.

A ação "assault hook" desse job te permite puxar os inimigos ou mergulhar em sua direção, dando a opção de pegar os inimigos um de cada vez os puxando, ou então se aproximar rapidamente de um grupo para um ataque com dano em área, o que te dá ainda mais opções dependendo da situação.

Já o Evoker é um job que invoca espíritos para lutar em seu lugar. Eles não apenas atacam, como também curam e dão assistência prendendo inimigos, tornando esse job um com muitas opções de combate, incluindo ter espíritos de suporte para você e seus companheiros, atacando ao seu lado.

O Summoner, ou Shapeshifter para alguns, é um job em que você pode invocar o Bahamut no lugar do seu personagem e o controlar em batalha. Diferente dos outros invocadores, uma vez que o Bahamut é invocado, o invocador precisa se tornar um atacante melee. A velocidade dos controles do Bahamut é excepcionalmente veloz dentre as ações de Stranger of Paradise Final Fantasy Origin, e é um job único sob medida para os experts em combate de curta distância. É uma ação que faz até parecer que você está jogando outro jogo!

Na hora de criar as novas áreas e missões, vocês seguiram a mesma abordagem criativa do jogo base? Como são os novos lugares que vamos encontrar, e quais eram alguns pontos favoritos de visitar no jogo de NES?

Inoue: Para as missões adicionais, nos inspiramos nos personagens envolvidos, e então pensamos em quais fases seriam necessárias. Por exemplo, para o Bahamut, preparamos uma caverna de dragão similar a do Final Fantasy original, e assim por adiante. Dessa forma, a direção da produção das missões adicionais e da campanha principal foram um pouco diferentes.

É difícil falar das novas áreas que podem ser exploradas nas missões adicionais sem dar spoilers, mas o meu lugar favorito é a Chaos Shrine, especialmente a sala do trono. É aqui que a história começa e termina, mas eu gosto do fato de que ela pode ser experimentada do ponto de vista de receber a chegada dos Guerreiros da Luz, o que é único desse trabalho no qual os vilões são os personagens principais, incluindo os diálogos do Jack!

Parabéns pelo lançamento, eu mal posso esperar para reencontrar Jack e companhia! Como está a expectativa e moral do time agora e para o futuro? Podem deixar uma mensagem para os seus fãs brasileiros?

Inoue: A primeira missão adicional acabou de ser lançada, mas o entusiasmo de todos na Team Ninja em relação ao desenvolvimento da segunda expansão está tão alto que constantemente ficamos impressionados com o quão longe eles conseguem ir!

Para ser sincero, eu estava preocupado de que não conseguíssemos cumprir a data de lançamento prevista, mas fomos todos motivados pelo seu desejo de incluir ainda mais elementos que os fãs de Final Fantasy poderiam gostar. Recentemente recebi a permissão de adicionar novos jobs e elementos que anteriormente não estavam planejados. Então estamos trabalhando para tornar nosso jogo divertido como um título de ação, RPG, e como Final Fantasy, então por favor aguardam ansiosamente por isso!

Na história principal, o objetivo real do Jack ainda está em andamento, então eu gostaria que os jogadores continuassem seguindo os seus caminhos e indo em frente também. Eu tenho certeza de que o Jack vai continuar pegando sua arma e lutando, pensando "eu tento que fazer isso!", então eu espero que vocês se juntem a ele pegando suas armas e lutando até o fim. Pode ser que haja um futuro diferente esperando pelo Jack ao invés daquele que ele deveria seguir, então seria incrível vocês testemunharem isso também.

Fujiwara: Nosso objetivo era fazer com que os jogadores se sentissem felizes por terem comprado um passe de temporada já pelo primeiro pacote de expansão por si só. Particularmente, o Warrior of Light é um dos personagens que aqueles que completaram o jogo principal certamente vão querer lutar, então certifique-se de ver qual história está reservada para eles!

A segunda e terceira expansões também estarão repletas de novos elementos, e estamos atualmente nos preparando para anunciar as datas de lançamento para a segunda expansão, então por favor fiquem ligados!

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.