Inspirado em meme, Bloodborne Kart agora é real e ganha trailer

1 min de leitura
Imagem de: Inspirado em meme, Bloodborne Kart agora é real e ganha trailer
Imagem: Reprodução/Lilith Walther

Uma das grandes certezas em épocas de grandes eventos, como uma E3 ou Gamescom, é que haverá listas falsas com anúncios absurdos e que acabam por viralizar nas redes sociais. Dentre elas, o nome Bloodborne Kart é uma piada recorrente e que até mesmo busca satirizar esses tipos de “vazamentos”, deixando claro que tudo não passa de uma brincadeira. Pelo menos era isso que se pensava, já que o jogo está prestes a se tornar realidade.

A desenvolvedora independente Lilith Walther, conhecida por reimaginar Bloodborne como um jogo de PlayStation 1 em fevereiro, anunciou nesta quinta-feira (24) que está trabalhando na sua versão de Bloodborne Kart. O primeiro trailer indica que o game estará disponível “assim que estiver pronto” e apresenta uma estética idêntica à do demake, com gráficos poligonais.

O projeto é uma forma de celebrar o sétimo aniversário do game da FromSoftware, que foi lançado originalmente em 2015 para PlayStation 4. Lilith diz, ainda, que até cogitou realizar o anúncio no dia 1º de abril, mas justificou que "ninguém acreditaria que é verdade".

Embora nenhuma prévia de gameplay tenha sido divulgada neste momento, a desenvolvedora já tinha dado um vislumbre do que seria um Bloodborne Kart em abril do ano passado. Na época, ela brincou dizendo que o demake Bloodborne PSX havia sido cancelado e que, em vez disso, estava produzindo um jogo de kart situado no universo do game. É de se esperar que vários elementos sejam reaproveitados, incluindo a pista de Yharnam na chamada “Pthumerian Cup”.

Em resposta às repercussões ao anúncio, Lilith comentou até mesmo sobre a possibilidade de adicionar multiplayer ao game. “Não quero prometer nada, mas eu definitivamente vou tentar meu melhor”, escreveu a desenvolvedora.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.